Tigre testa positivo para coronavírus em zoológico do Bronx, em New York

Cuidador do animal foi infectado com a doença e acabou passando para o animal, que apresentou alguns sintomas

0
1245
Tigre do zoológico do Bronx foi infectado (Foto Reprodução CNN -Wildlife and Conservation)

Um tigre de quatro anos testou positivo para o coronavírus no zoológico do Bronx, em New York. O cuidador do animal foi contaminado pela COVID-19 e, alguns dias depois, o tigre apresentou sintomas. Esse pode ser o primeiro caso de infecção pelo vírus em um animal nos Estados Unidos e também o primeiro em um tigre no mundo, de acordo com o “The New York Times”.

A fêmea Nadia passou a apresentar alguns sintomas em 27 de março. De acordo com o zoológico, o animal está em recuperação e estável. O local está fechado para visitantes desde 16 de março. Os cientistas ainda não saber se o animal pode transmitir o vírus para humanos. 

Segundo o Laboratório Nacional de Serviços Veterinários dos Estados Unidos, outros leões e tigres também apresentaram sintomas respiratórios no zoológico.

“Embora eles tenham tido uma diminuição do apetite, os felinos no zoológico do Bronx estão se saindo bem sob os cuidados veterinários e estão sendo brilhantes, em alerta e interativos com seus criadores. Não sabemos como a doença se desenvolverá em grandes felinos, já que espécies diferentes podem reagir de forma diferente às novas infecções, mas continuaremos o monitoramento de perto”, disse um comunicado do zoológico.