Times paulistas disputam Florida Cup 2020

0
3530
Tiago Nunes faz sua estreia como técnico do Corinthians na Florida Cup. Ele está entre os dirigentes doutor Kalil e Duílio Monteiro Alves (Foto: Daniel Augusto Jr /Ag. Corinthians)
Tiago Nunes faz sua estreia como técnico do Corinthians na Florida Cup. Ele está entre os dirigentes doutor Kalil e Duílio Monteiro Alves (Foto: Daniel Augusto Jr /Ag. Corinthians)

Palmeiras e Corinthians são os representantes brasileiros na Florida Cup 2020. As duas equipas paulistas enfrentarão o Atlético Nacional da Colômbia e o New Yok City, da MLS. Os jogos estão marcados para os dias 15 e 18 de janeiro no Exploria Stadium em Orlando.

O campeão será determinado pelo número de pontos agregados. Cada equipe receberá três (3) pontos por vitória. Jogos que terminam empatados depois do tempo regulamentar disputarão uma série de penalidades máximas para determinar o vencedor. Uma equipe receberá um (1) ponto pelo empate, e um (1) ponto extra será concedido ao time que vencer a série de pênaltis.

O primério critério de desempate será o saldo de gols, seguido pela maior quantidade de gols marcados, confronto direto e menor quantidade de cartões vermelhos e amarelos recebidos.

Os preços dos ingressos variam de $23 a $128 para os jogos de quarta-feira (15) e de $43 a $182 para as partidas de sábado (18) – quando será realizado um show de Ivete Sangalo entre as duas partidas. Os ingressos dão direito aos dois jogos.

Negociações

Há pouco tempo do início dos campeonatos estaduais, os clubes se movimentam para reforçar seus elencos ou negociar jogadores que não faziam mais parte dos planos de seus treinadores e também para diminuir suas falhas salariais. Aqui está o cenário atual das contratações dos principais clubes brasileiros:

Atlético-MG: O Galo começou com a substituição de seu comandante. Depois da dispensa de Wagner Mancini, o Atlético-MG ousou e contratou Rafael Dudamel, ex-goleiro que vinha comandando a seleção venezuelana. Além dele, a diretoria do Alvinegro das Alterosas contratou o meiocampista Allan, que disputou o Brasileirão de 2019 pelo Fluminense; o jovem atacante colombiano Dylan Borrero, de 18 anos, que estava no Independiente Santa Fe da Colômbia; trouxe o meia Hyoran do Palmeiras por empréstimo até dezembro. Além disto, reintegrou ao elenco o zagueiro Gabriel, que estava emprestado ao Botafogo.

Atlético-GO: O time de Goiás, que vai disputar a Série A em 2020, está se mexendo. Até agora contratou os atacantes Zé Roberto, Júlio César e Renato Kayzer; os volantes Edson, Caio Vinícius; os meias Matheus Vargas, Gustavo Ferrareis e João Pedro, e o lateral-direito Dudu.

Athletico-PR: A saída de Tiago Nunes abriu espaço para a chegada de Dorival Jr. ao Rubro-Negro de Curitiba. Com o time classificado para a Copa Libertadores da América, a diretoria está contratando muita gente para a equipe sub 20. O meia-atacante Fernando Canesin, que atuava no futebol belga, foi o primeiro reforço para o grupo principal. O atacante Carlos Eduardo, do Palmeiras, foi confirmado. Ele fica por empréstimo por três anos. O meia Marquinhos Gabriel também já está acertado com o Furacão. Ele chega por empréstimo do Cruzeiro.

Bahia: Bahia manteve o técnico Roger Machado e contratou o meia Daniel, ex-Fluminense, até 2021, além do volante Jadson do Cruzeiro, e o atacante Clayson, ex-Corinthians, que chegou com a responsabilidade de substituir Artur.

Bragantino: Campeão da Série B em 2019, o Red Bull Bragantino mostra estar disposto a entrar no seleto grupo dos times grandes do futebol brasileiro. Embora decepcionados com a saída do técnico Antonio Carlos Zago para o futebol japonês, os diretores estão mostrando força no mercado. Já trouxeram Alerrandro, ex-Atlético-MG, que assinou contrato por cinco anos, Leonardo Realpe, zagueiro do Independiente del Valle, Matheus Jesus, Luan Cândido e a o reforço mais caro do Bragantino, o atacante Artur, que estava no Bahia, mas pertencia ao Palmeiras. O time do interior paulista pagou R$ 25 milhões pelo passe do jovem de 21 anos. 

Botafogo: Depois de confirmar Alberto Valentim como técnico, o time da Estrela Solitária trouxe o zagueiro Ruan Renato e o lateral-esquerdo Guilherme Santos.

Ceará: Depois de ter escapado apenas na última rodada do rebaixamento, o Ceará está investindo forte na qualificação do elenco para 2020. Já foram contratados até agora Rafael Carvalheira, Tiago Pagnussat, Eduardo, Charles, Rodrigão, Bruno Pacheco, Rogério, Vinicius e as principais contratações: o atacante Rafael Sobis e o zagueiro William Klaus, e o goleiro Fernando Prass, ex-Palmeiras.

Corinthians: O Timão ficou frustrado por não ter conseguido assinar com o ponta Michael do Goiás. Mas não deixou de se movimentar no mercado. Depois de ter pago muito dinheiro para trazer Luan do Grêmio, o Alvinegro paulista confirmou a chegada por empréstimo do meiocampista Tiago Cantillo, vindo do Junior Barranquilla da Colômbia e o retorno de Sidcley, vindo por empréstimo do Dínamo de Kiev.

Coritiba: O Coxa terá novidade no banco de reservas com o técnico Eduardo Barroca. Também já chegaram o zagueiro Rodolfo, que estava no Paraná Clube em 2019, o goleiro César, do Londrina, o lateral-direito Lucas Ramon (ex-Londrina e Novorizontino) e o volante Nathan Silva (ex-Atlético-GO) também estão confirmados pelo clube. O atacante Gabriel, ex-Flamengo e Kashiwa Reysol, já treina com o clube e é outra cara nova. O volante Renê Júnior, do Corinthians, também está confirmado. O jogador de 30 anos chega com um contrato de empréstimo até o final do ano. E a maior estrela é o zagueiro Rhodolfo, vindo do Flamengo.

Flamengo: Após a confirmação de Jorge Jesus à frente do time, o Rubro-Negro carioca continua forte mercado. Vendeu Reinier ao Real Madrid por 30 milhões de euros e já trouxe o atacante Pedro Rocha, que disputou o Brasileirão 2019 pelo Cruzeiro, e o zagueiro Gustavo Henrique, um dos melhores jogadores do Santos na última temporada. Além deles, está praticamente acertada a contratação de Michael, eleito a revelação do Campeonato Brasileiro no ano passado, quando atuou pelo Goiás.

Fluminense: Renovação total no Tricolor carioca. Odair Hellmann aceitou a proposta e comandará o Flu na temporada 2020. Para começar, trouxeram Caio Paulista, que defendeu o Avaí no ano passado, e Felippe Cardoso, que pertence ao Santos mas disputou o Brasileirão de 2019 pelo Ceará. Ainda chegaram por empréstimo, o volante Hudson, liberado pelo São Paulo, e os cruzeirenses Egídio, lateral esquerdo que assinou por um ano, e Henrique, volante emprestado pelo clube de Belo Horizonte.

Fortaleza: Depois de renovar com Rogério Ceni, o Tricolor do Pici já trouxe Edson Cariús e Michel, mas promete investir em mais jogadores.

Goiás:  disposto a negociar Michael, sua principal estrela, o Esmeraldino do Planalto Central já trouxe  os atacantes Lucão e Henrique Almeida, ex-Chapecoense, e o Vidal (lateral-direito). 

Grêmio: o Tricolor gaúcho manteve Renato Portaluppi como técnico e foi ao mercado para reforçar a equipe. Já chegaram o volante Lucas Silva, cujo passe pertence ao Real Madrid e estava no Cruzeiro, o lateral direito Vitor Ferraz, vindo do Santos em troca de Madson, e o lateral esquerdo Caio Henrique, que pertence ao Atlético de Madrid e disputou o Brasileirão de 2019 pelo Fluminense.

Internacional: O Colorado gaúcho também apostou em técnico estrangeiro. Eduardo Coudet trocou o Racing pelo Inter. O técnico foi apresentado no dia 19 de dezembro e assinou vínculo até o fim de 2021. O Inter acertou a contratação do lateral do Flamengo Rodinei por empréstimo até do final de 2020.  O volante Musto que pertence ao Huesca-ESP ficará emprestado até o fim de 2020. Já o meio-campista Thiago Galhardo, que estava no Ceará acertou até o final da temporada.

Palmeiras: Ao contrário dos anos anteriores, o Palmeiras não contratou ninguém nesta janela de transferências. Pelo contrário, está negociando grande parte de jogadores que não tinham muito espaço no elenco inchado do Verdão. Depois de ter tentado, sem sucesso, a contratação de Jorge Sampaoli, o clube anunciou Vanderlei Luxemburgo como técnico para 2020. O clube conta com o retorno de dois atletas emprestados (Vinicius Silvestre e Pedrão) e está investindo na promoção de sete jogadores da base (Gabriel Veron, Gabriel Menino, Patrick de Paula, Alan, Esteves, Angulo e Wesley).

Santos: A grande contratação do Santos é o técnico Jesualdo Ferreira, outro português que promete chacoalhar o marasmo do futebol brasileiro, a exemplo de seu conterrâneo Jorge Jesus, que elevou o patamar do Flamengo. Em termos de contratação, chegou o lateral direito Madson, que pertencia ao Grêmio mas disputou o Brasileirão pelo Athletico-PR, e o atacante Raniel, trocado por Vitor Bueno.

São Paulo: O Tricolor paulista está discreto nesta janela de transferências. Até agora, anunciou a compra definitiva do lateral-direito Igor Vinicius (lateral-direito) por três anos; fechou a compra definitiva do meia-atacante Vitor Bueno por quatro anos em uma troca com o Santos por Raniel, e comprou o goleiro Tiago Volpi por cerca de R$ 21 milhões.

Sport: Desde o início da montagem do elenco, o Sport anunciou sete reforços. Foram eles o goleiro Carlos Eduardo, os volantes Jean Patrick e Betinho, o meia Lucas Mugni, e os atacantes Ewandro, Marquinhos e Leandro Barcia. Além deles, o Leão acertou com meia Diego Noronha e o atacante Maxuel. Estes que chegam com status de aposta e ainda não foram anunciados pelo clube. Do elenco remanescente da última temporada, a diretoria renovou o vínculo de três: o lateral-direito Raul Prata, o atacante Yan Santos e o volante João Igor – este, que teve 50% dos direitos comprados junto ao Santos.

Vasco da Gama: Depois de perder Luxemburgo para o Palmeiras, o Vasco da Gama contratou Abel Braga, que saiu desprestigiado do Cruzeiro e ajudou a colocar o Cruzeiro na Série B. o Gigante da Colina perdeu muitos jogadores e até agora confirmou apenas a contratação do atacante argentino Germán Cano, que estava atuando no Independiente Medellín da Colômbia.