Todas as 13 pessoas que estavam em caverna na Tailândia foram libertadas

Doze crianças e o técnico de futebol foram resgatados em operação que durou três dias

0
1762
Resgate dramático durou três dias Chiang Rai province. / AFP PHOTO
Resgate dramático durou três dias Chiang Rai province. / AFP PHOTO

Depois de duas semanas presos em uma caverna inundada e com pouco oxigênio e de uma mega-operação de resgate, todas as 13 pessoas que estavam na caverna Tham Luang, no norte da Tailândia, foram retiradas com apoio de dezenas de mergulhadores. Os últimos quatro meninos e o técnico do time de futebol saíram do local nesta terça-feira (10), o terceiro dia de resgate e o mais desafiador, porque chovia e havia mais pessoas a serem resgatadas.

O resgate durou três dias e cada menino foi retirado por dois mergulhadores com máscaras de oxigênio. O percurso do ponto onde estavam até a entrada da caverna durou 6 horas. Eles estavam em um trecho que tem entre 800 m e 1 km de profundidade e baixa visibilidade. Noventa mergulhadores participaram do resgate: 50 estrangeiros e 40 tailandeses. Ao todo, mais de 1 mil pessoas fizeram parte dos trabalhos

Os resgatados foram levados para o hospital para serem tratados e ficarão em observação por pelo menos 40 dias.

O grupo desapareceu após sair para uma caminhada com o técnico do time de futebol e desapareceu no dia 23 de junho. Mais de 1.300 pessoas participaram das operações de busca. Após nove dias de intenso trabalho, o grupo – composto por 12 meninos, entre 11 e 16 anos, e um adulto, de 25, foi localizado por dois mergulhadores britânicos na noite de segunda-feira (2), em uma ilha de terra firme a cerca de 4 km da entrada da caverna.