Total de mortos na China pelo coronavírus sobe para 908

Um americano morreu vítima na doença na cidade de Wuhan, epicentro da transmissão; mais de 10 mil pessoas já foram infectadas

0
841
Coronavírus (Foto Pixabay)

O total de mortos na China continental devido ao coronavírus chega 908, mais 97 do que no domingo, informaram as autoridades. Os números foram divulgados na segunda-feira (10).

Segundo números divulgados pela Comissão Nacional de Saúde da China, são agora 40.171 as pessoas infectadas no país. Desses, 6.484 casos são considerados graves. A boa notícia é que mais de 3.2 mil pacientes tiveram alta e estão curados.

Até agora, a Comissão Nacional de Saúde da China disse que fez o acompanhamento médico de 399.487 pessoas que tiveram contato próximo com os infectados, dos quais 187.518 continuam em observação.

Na última contagem, anunciada na manhã de domingo, o número de mortes na China continental era de 811, a que se somavam mais duas mortes fora da China continental, uma nas Filipinas e outra em Hong Kong.

Esse balanço já ultrapassa o da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS, na sigla em inglês), que – entre 2002 e 2003 – causou a morte a 774 pessoas em todo o mundo, a maioria das quais na China, mas a taxa de mortalidade permanece inferior.

Além do território continental da China e das regiões chinesas de Macau e Hong Kong, há outros casos de infeção confirmados em mais de 20 países.

A França fechou duas escolas depois de cinco visitantes britânicos terem contraído o vírus numa estância de esqui e também foram detectados novos casos na Espanha, Reino Unido, Japão, Malásia, Coreia do Sul e Vietnã. Ao todo já foram registrados mais de 360 casos fora da China continental.

Americano morreu

Um americano morreu na última quinta-feira, 6, após ter sido infectada pelo coronavírus na cidade chinesa de Wuhan, epicentro da disseminação da doença. A informação foi confirmada por autoridades chinesas neste sábado, 8.

De acordo com a embaixada americana em Beijing, a vítima tinha por volta de 60 anos e morreu no hospital Jinyintan, em Wuhan. 

O governo dos EUA tem removido funcionários públicos e cidadãos da cidade que foi isolada para evitar maior disseminação do vírus, mas de acordo com o jornal The New York Times, não há informações sobre as tentativas da vítima de ter saído de Wuhan. (Com informações da Agência Brasil)