Toys ‘R’ Us informa que todas as 735 lojas dos EUA serão fechadas

Loja de brinquedos informou que consumidores têm um mês para gastar gift card

0
5610
Toys R US anunciou que vai fechar todas as suas lojas nos EUA (Photo by Tim Boyle/Getty Images)
Toys R US anunciou que vai fechar todas as suas lojas nos EUA (Photo by Tim Boyle/Getty Images)

A gigante da área de brinquedos Toys ‘R’ Us anunciou oficialmente que vai fechar as portas de 735 lojas em todos os EUA. A empresa acumula uma dívida de mais de $5 bilhões e estava gastando $400 milhões por ano apenas para pagar débitos. Mais de 30 mil funcionários perderão o emprego.

Nesta quinta-feira (15), a empresa informou que os consumidores que tenham gift cards da loja deverão gastá-los em 30 dias. Depois, o cartão não terá validade.

Por mais de 70 anos, a loja foi uma das maiores varejistas de brinquedos dos Estados Unidos. Especialistas afirmam que a principal razão para o fechamento das lojas é o acúmulo de débitos desde 2005, além do crescimento de concorrentes como Walmart e Amazon.

Em setembro, a empresa anunciou falência e acreditou que conseguiria recuperar o fôlego. Mas a situação não melhorou e, em reunião com funcionários, o anúncio do fechamento foi feito. A loja não informou a data exata, mas as lojas devem ficar abertas por pelo menos dois meses.

Segundo informações do processo de falência divulgadas nesta quinta-feira, a empresa informou que fechou o ano bem abaixo das expectativas, um quarto do que teria lucrado no ano anterior. A Toys’R’Us gastava milhões para manter suas lojas abertas, o que agrava a dívida. Até o momento, não há interessados em comprar a rede.

A companhia não disse quando as lojas serão fechadas e devem permanecer abertas ainda por pelo menos dois meses. Já foram apresentados os avisos formais de encerramento, um processo que leva 60 dias. Os executivos também informaram os funcionários sobre as demissões.

De acordo com a reportagem, a empresa pretende continuar atuando no exterior como no Canadá e em países da Europa e Ásia. (Com informações da CNN)