Trem da Brightline atropela e mata a segunda pessoa em uma semana

Senador Bill Nelson pede providências urgentes para problema ‘crítico de segurança’ nos trilhos

0
2623
Trem da Brightline começou a operar no dia 13 de janeiro
Trem da Brightline começou a operar no dia 13 de janeiro

Um ciclista foi atropelado e morto pelo recém-inaugurado trem da Brightline na quarta-feira (17) em Boynton Beach, a segunda morte em uma semana.

Jeffrey D. King, 51 anos, estava de bicicleta quando foi atropelado por volta das 4 da tarde na altura da cidade de Boynton Beach. Na semana passada, Melissa Lavell, de 32 anos, passou embaixo da cancela de segurança e estava tentando atravessar os trilhos quando foi atingida.

Esse é o quarto acidente fatal envolvendo o trem, que estava circulando em fase de testes desde o ano passado.

Logo depois do acidente, o senador Bill Nelson escreveu uma carta para a U.S. Transportation Secretary Elaine Chao solicitando o aumento de medidas de segurança nos trilhos. “Pedimos urgência para avaliar esses acidentes e revisão das medidas de segurança, em especial, no que diz respeito a trens de alta velocidade. Queremos mais informações sobre as ações de segurança atualmente tomadas para garantir a proteção de pedestres”.

Números

Acidentes com pedestres e trens são comuns no Sul da Flórida. Vinte e três pessoas morreram em Miami-Dade, Broward e Palm Beach até setembro de 2017. De acordo com a Federal Railroad Administration, dez pessoas morreram em Broward, cinco em Miami-Dade e oito em Palm Beach.

As mortes foram reportadas em trens do Tri-Rail, CSX, Florida East Coast Railway e Amtrak e estão relacionadas a colisões de carros com os trens e de pessoas usando os trilhos para suicidar. Uma campanha será lançada este ano para tentar reduzir as mortes por suicídio no Sul da Flórida.