Três estudantes presos por ameaças em escolas da Flórida

Casos aconteceram no Condado de Broward

0
1296
A polícia fechou algumas escolas e as aulas foram suspensas (Foto: Reprodução da TV – NBC)

Três adolescentes foram presos por ameaçar escolas nos últimos dias no Condado de Broward, na Flórida. Tudo começou na Cypress Bay High School, em Weston, que chegou a ser fechada na sexta-feira, dia 6, depois que funcionários receberam mensagens de texto e e-mails avisando que haveria tiros na escola, segundo nota divulgada pelo escritório do xerife.

As intimidações continuaram até a segunda-feira, dia 9, quando um forte esquema de segurança – que contou até com utilização de helicóptero – permaneceu no local durante todo o horário das aulas. Nesse dia, a tensão tomou conta de grupos de pais na internet, que optaram por manter seus filhos em casa.

As investigações levaram os policiais a um adolescente de 16 anos, preso sob a acusação de fazer relato falso sobre o uso de armas de fogo e de ser o autor das mensagens.  A Justiça determinou que ele fosse mantido em um centro de avaliação juvenil em Fort Lauderdale por 21 dias. Além disso, passará por avaliações psicológicas e não poderá usar internet ou mídias sociais após sua libertação.

Ainda na sexta-feira, dia 6, as autoridades prenderam uma garota 12 anos ao encontrar pelo menos dois posts seus no Snapchat ameaçando matar colegas de classe na sua escola, a Falcon Cove Middle School, também em Weston.

Em um deles, ela fez uma “lista da morte” com 11 nomes de possíveis vítimas, a maioria do 6º ano. Na sequência, publicou na mesma rede social que os estudantes não estavam seguros e seriam mortos na segunda-feira, dia 9. Rastreando as mensagens, policiais encontraram a menina, que admitiu ser a autora das publicações. Presa, foi levada para um centro de juventude.

No mesmo período, outras duas escolas, desta vez em Lauderdale Lakes, foram fechadas devido a ameaças de bombas. Uma menina de 14 anos foi presa.