Trump condena supremacia branca e quer pena de morte para responsáveis por tiroteios em massa

Presidente fez pronunciamento à nação depois da morte de 29 pessoas em ataques no Texas e em Ohio no fim de semana; Trump quer uma legislação conjunta com a reforma imigratória

0
1703
Trump-falou-à-nação-após-tiroteios-que-vitimaram-29-pessoas-em-dois-estados-(Foto-Reprodução-CNN)_

Após sofrer duras críticas no fim de semana depois de dois tiroteios – no Texas e em Ohio – que deixaram 29 pessoas mortas, o presidente Donald Trump falou na manhã desta segunda-feira (5) sobre os ataques.

O presidente condenou os movimentos de supremacia branca e disse que vai propor, imediatamente, uma legislação para que crimes de ódio e assassinatos em massa sejam passíveis de pena de morte. Trump também ressaltou que a verificação de antecedentes criminais seja intensificada.

“Nossa nação precisa condenar o racismo, a intolerância e a supremacia branca”, disse em pronunciamento breve.

Trump disse que já encaminhou ao Departamento de Justiça uma proposta para punir com a pena de morte os autores desse tipo de crime e que essa pena “seja aplicada rapidamente”.  “Não há espaço para o ódio na América”, ressaltou o presidente.

“Que Deus proteja todas as pessoas que morreram no Texas e em Ohio, que Deus abençoe as vítimas e seus familiares, que Deus abençoe a América”.

Ele também falou sobre o perigo que a internet representa em mentes perturbadas. “Precisamos trazer à tona o grave problema que a internet trouxe. Uma ferramenta para mentes perturbadas. Temos que parar esses assassinatos em massa antes que eles comecem a ser planejados”.

Atentados

Duas cidades foram alvo de ataques por atiradores que, ao todo, mataram 29 pessoas e deixaram mais de 50 feridos no intervalo de cerca de 12 horas entre este sábado (3) e a madrugada de domingo. Não há suspeita de que os crimes tenham ligação um com o outro.

Em El Paso, cidade no Texas fronteiriça com o México, foram 20 mortos atingidos por tiros em um supermercado de um centro comercial. Em Dayton, cidade de Ohio, os nove morreram após serem baleados em uma região de bares na área central, próximo de local onde ocorria um show de rap. (Com informações da CNN e G1)