Trump diz que ‘muito provavelmente’ concorrerá à Presidência em 2024

Desde que perdeu a reeleição em 2020, o republicano nunca confirmou se tentaria um novo mandato.

0
513
Trump diz que deve "muito provavelmente" concorrerá novamente em 2024. Foto: Erin Woodiel / Argus Leader

A poucos dias das eleições de meio de mandato, o ex-presidente Donald Trump sinalizou com mais firmeza que deseja concorrer à Presidência dos Estados Unidos novamente. Desde que perdeu a reeleição para Joe Biden, em 2020, o republicano nunca confirmou se tentaria um novo mandato. Mas em discurso na cidade de Sioux City, Iowa, na quinta-feira (3), Trump afirmou que “muito, muito, muito provavelmente vou fazer isso de novo” em 2024.

O discurso durante campanha para candidatos republicanos nas eleições parlamentares americanas, que acontecem na terça-feira (8), e vão definir o cenário político dos EUA antes das eleições presidenciais daqui dois anos.

No comício, Trump voltou a sugerir que perdeu em 2020 por causa de fraude eleitoral generalizada. “Eu concorri duas vezes”, disse ele. “Ganhei duas vezes e fui muito melhor na segunda vez do que na primeira, recebendo milhões de votos a mais em 2020 do que em 2016”, disse. “E agora, para tornar nosso país bem-sucedido, seguro e glorioso, eu vou muito, muito, muito provavelmente fazer isso de novo”, afirmou. “Muito em breve”, completou para uma multidão que aplaudia. “Preparem-se.”

Com a repercussão da fala, a ex-conselheira sênior de Trump, Kellyanne Conway disse, nesta quinta-feira (4), em evento em Washington DC, que seu ex-chefe “anunciaria em breve” os possíveis planos presidenciais.

Biden, que fez campanha na Flórida na terça-feira (1) em apoio ao democrata Charlie Crist, que concorre com Ron DeSantis para o governo do estado,  teria se reunido com conselheiros seniores do partido para planejar sua potencial campanha de reeleição em 2024, configurando uma possível revanche com Trump.

Os potenciais rivais republicanos incluem o ex-vice-presidente de Trump, Mike Pence, e o governador da Flórida, Ron DeSantis, entre outros.