Trump diz que Putin é ‘pacificador’ e EUA deveriam ‘usar força militar’ na fronteira com o México

Discurso de Trump vai na contramão dos líderes republicanos do Congresso que pressionam o presidente Joe Biden a endurecer, cada vez mais, as medidas contra Putin

0
1275
O ex-presidente Donald Trump e mandatário russo Vladimir Putin (foto: AP)

O ex-presidente Donald Trump disse em entrevista a um podcast nesta terça-feira (22) que o presidente da Rússia, Vladimir Putin, é “um pacificador” e a decisão de reconhecer a independência das duas províncias separatistas de Lugansk e Donetsk, no leste da Ucrânia, é “genial”.

“Putin diz agora: Uma grande parte da Ucrânia ‘é independente’. Quão inteligente é isso?’ comentou Trump, completando que uma força militar como a mobilizada pela Rússia deveria ser enviada à fronteira dos EUA com o México para impedir a entrada de imigrantes irregulares.

O discurso de Trump vai na contramão dos líderes republicanos do Congresso que pressionam o presidente Joe Biden a endurecer, cada vez mais, as medidas contra Putin por enviar tropas à Ucrânia. Ainda nesta terça, Biden sancionou um pacote de bloqueios econômicos contra o Kremlim que retira investimentos de várias instituições financeiras russas. Entre elas o banco militar, e o banco VEB, um dos principais financiadores do desenvolvimento econômico do país europeu. “Eles [governo russo] não irão mais conseguir levantar dinheiro no ocidente e nem vender títulos no mercado”, disse Biden em pronunciamento na Casa Branca. O democrata também mirou na elite russa e seus familiares próximos a Putin que, segundo o democrata, compartilham “os ganhos corruptos” de Berlim. “Quem, em nome do Senhor, Putin acha que lhe dá o direito de declarar novos ‘países’ em território que pertencia a seus vizinhos?”, indagou o presidente americano no discurso.