Trump pressiona secretário da Georgia a “encontrar votos” para reverter sua derrota

Gravação obtida pelo jornal The Washington Post mostra que presidente dos EUA pressionou o secretário de estado da Georgia a encontrar 11.780 votos a seu favor. Trump perdeu para Biden no estado por 11.779 votos

0
701
Presidente não poderá mais postar na conta @realDonaldTrump

O presidente Donald Trump fez uma ligação para o secretário de estado da Georgia, Brad Raffensperger, no sábado (2), pedindo que ele “encontrasse 11.780 votos” para ajudá-lo a reverter sua derrota na eleição presidencial de novembro de 2020.

A informação foi divulgada em uma reportagem do jornal “The Washington Post, que teve acesso à gravação da conversa.

No áudio de quase uma hora obtido pelo jornal, Trump diz: “O povo da Georgia está com raiva, o povo do país está com raiva. E não há nada de errado em dizer, você sabe, que você recalculou.”

Raffensperger respondeu: “Bem, Sr. Presidente, o desafio é que os dados que você tem estão errados”.

Em outro momento da conversa, Trump falou que só queria encontrar os votos. “Então olhe. Tudo que eu quero fazer é isso. Só quero encontrar 11.780 votos, um a mais . Porque ganhamos o Estado”.

“Não tem como eu ter perdido na Geórgia”, continuou Trump, “não tem jeito. Ganhamos por centenas de milhares de votos”, insistiu.

Raffensperger rejeitou as afirmações do presidente, dizendo que ele estaria contando com teorias da conspiração desmentidas e que a vitória de Joe Biden no estado foi justa e precisa.

O White House Chief of Staff, Mark Meadows, e outros aliados de Trump também estavam na linha.

Até o momento, nenhum deles respondeu aos inúmeros pedidos de esclarecimentos sobre o assunto feitos pela imprensa.

No domingo, entrentato, Trump usou o Twitter para dizer que havia falado com Raffensperger, e que ele “não queria ou não era capaz de responder a perguntas como o golpe das ‘cédulas embaixo da mesa’, destruição de cédulas, ‘eleitores’ de fora do estado, eleitores mortos, e mais. Ele não tem ideia!”.

Respondendo ao post do presidente no microblog, Raffensperger disse:  “Respeitosamente, Presidente Trump: o que você está dizendo não é verdade.”

O conselheiro de Joe Biden, Bob Bauer, emitiu um comunicado a jornalistas sobre o caso, no qual diz: “Agora temos provas irrefutáveis de um presidente pressionando e ameaçando um funcionário de seu próprio partido para que ele rescinda uma contagem de votos legal e certificada e fabrique outra em seu lugar. Isso demonstra a essência do vergonhoso ataque de Donald Trump à democracia norte-americana”.

Trump perdeu para Joe Biden na Georgia por 11.779 votos. Ainda em novembro, foi feita uma recontagem de votos, que confirmou a vitória do Democrata no estado.