Turismo no Brasil deverá fechar 2005 com $4 bilhões de divisas

Setor constitui-se no terceiro item da pauta de exportações

0
829

Ao fazer um balanço sobre o turismo no Brasil, o ministro Walfrido dos Mares Guia disse que, tendo como base o ano de 2002, as divisas geradas pelo setor dobraram de US$ 1,998 bilhão para US$ 4 bilhões; o número de turistas estrangeiros aumentou 48%; os desembarques internacionais cresceram 49,8%; os desembarques de vôos nacionais subiram 33%; e, somente em 2004, foram gerados 270 mil empregos, entre formais e informais.

Com os resultados obtidos, o turismo deverá fechar o ano como o terceiro item da pauta de exportações, perdendo apenas para minério de ferro e soja, disse o ministro. Segundo ele, de janeiro a outubro, o setor ficou em quinto lugar. No entanto, como os meses de novembro e dezembro são considerados ótimos pela cadeia turística, esta tende a ultrapassar automóveis, farelo de soja e aviões, com uma receita de cerca de US$ 4 bilhões. Vale lembrar, no entanto, que os dados referentes à entrada de dólares com o turismo não são contabilizados na balança comercial como exportações físicas, e sim na balança de serviços, computados em transações correntes, mas a receita gerada dá uma idéia da força do setor na economia.

“Turismo é uma política de Estado e é o setor que mais gera empregos no mundo”, completou o ministro, que anunciou o lançamento do programa ‘Vai Brasil’, em março de 2006, com preços menores em baixas temporárias, tanto de passagens aéreas, como de hospedagem.