Turista é presa por roubar conchas em Key West, FL

Mulher da Georgia foi presa em flagrante coletando conchas do tipo ‘queen conch’, um molusco que se tornou raro após um colapso na economia pesqueira da região em 1970

0
1914
Lei lei proíbe a retirada da conchas viva (foto: wikimedia)

Daniela Arroyo Mondragon, uma turista da Geórgia, de 24 anos  foi presa no último domingo (30), após ter sido acusada pela polícia de Key West de ter roubado conchas da praia.

Ela estava com sua família em Higgs Beach quando alguém denunciou à Florida Fish and Wildlife Conservation Commission (FWCC) que a viu coletando conchas perto do Píer Edward B. Knight, e as escondendo sob uma toalha.

Desde 1970, a legislação local proíbe a retirada das conchas do tipo ‘queen conch’ (conchas rainhas, em português). O molusco se tornou raro após um colapso na economia pesqueira da região naquela década; além disso é um símbolo das Florida Keys e um alimento apreciado pela população do local.

Após receber a denúncia, o fiscal do FWCC, Josh Peters,  disse que observou a mulher com binóculos e constatou o delito. “Ela não negou e foi presa e flagrante”, escreveu Peters em um relatório divulgado pelo porta-voz da agência, Bobby Dube.

A turista pagou fiança e foi liberada. Em 2018, outra turista do Texas foi condenada a 15 dias de prisão por tirar 40 conchas rainhas da água em Key West.