Um em cada dez trabalhadores já perdeu o emprego nas últimas três semanas nos EUA

Crise provocada pelo coronavírus leva milhões de pessoas a buscarem auxílio desemprego em todo o País

0
3551
Mais de 40 milhões de pessoas solicitaram ajuda do governo nos últimos três meses

Números do US Department of Labor mostram que em apenas uma semana 6.6 milhões de pessoas deram entrada para receber o seguro-desemprego. O total de pedidos chega a 16.6 milhões desde o início da crise provocada pelo coronavírus. Segundo economistas, isso quer dizer que aproximadamente um em cada dez trabalhadores perdeu o emprego em apenas três semanas nos EUA.

Quarenta e oito estados (de um total de 50) fecharam lojas, shoppings centers, restaurantes, bares, spas, salões de beleza, lava-jatos e muitos outros pequenos negócios, que tiveram que parar de pagar seus funcionários ou dispensá-los. A indústria do turismo, que é o forte na Flórida, foi duramente afetada pela crise.

A brasileira Luciana Rodrigues, de 25 anos, é um exemplo. Ela trabalhava em um restaurante em Boca Raton por mais de 10 anos e foi dispensada. “Infelizmente, como muitas pessoas, eu não tinha dinheiro guardado e acabei sendo atingida em cheio pela crise. Estou sem trabalho, sem dinheiro e na expectativa de receber a ajuda do governo”, comenta Luciana.

Uma luz no fim do túnel para pequenos empresários é o auxílio de $350 bilhões para minimizar os efeitos da crise. Pequenas empresas podem pegar empréstimos para cobrir a folha de pagamento e custos por até oito semanas. Os empréstimos não serão cobrados, caso o empregador mantenha os funcionários. O Departamento do Tesouro já informou que vai solicitar um adicional de $250 bilhões ao Congresso para suprir a gigantesca demanda. Para mais informações acesse o link.

Para dar entrada no seguro-desemprego acesse o link.