Ursa ataca mulher que passeava com cachorro na Flórida e é sacrificada

Mulher sofreu cortes no rosto e o cachorro escapou ileso; alguns moradores protestaram da decisão de matar a ursa alegando que ela frequentava a área por vários anos e nunca havia sido um problema ou ameaça antes

0
1148
A mulher identificada como Aydee recebeu dois cortes profundos no rosto (foto: Reprodução Fox35)

O ataque aconteceu na quinta-feira passada (12), por volta das 9 pm, na cidade de Debary, no condado de Volusia (FL). A mulher identificada como Aydee estava passeando com seu cachorro quando uma ursa marrom cruzou seu caminho. “Quando percebi havia sido atacada bem aqui, disse ela à Fox 35 apontando para o grande corte no lado esquerdo da testa. “Eu saí correndo mas fui perseguida , acrescentou. A urso a agarrou pelas costas, mas Aydee conseguiu se soltar e buscar ajuda em uma residência próxima. “Eu estava gritando e corri para a casa dos meus vizinhos para ver se eles podiam ligar 911 ou sacar uma arma”, falou .

Awston Kennedy foi um dos que saiu ajudar. Ele disse que pouco antes do ataque avistou a ursa debaixo de uma árvore. Segundo ele, algumas pessoas próximas tentaram enxotá-la mas ela insistiu em permanecer na área. Policiais e agentes do Florida Fish and Widlife Comission (FWC) foram chamados e capturaram o animal que estava com três filhotes. Eles decidiram sacrificar a ursa com uma eutanásia por considerá-la uma ameaça ao público. Os filhotes de aproximadamente 100 libras cada, não foram capturados nem relocados. De acordo com o FWC “eles tinham tamanho suficiente para cuidarem de si próprios”.

Alguns moradores protestaram da decisão de matar a ursa alegando que ela frequentava a área por sete ou oito anos e nunca havia sido um problema antes. Aydee foi levada para o hospital e foi medicada. Seu cachorro conseguiu fugir e não sofreu nenhum tipo de ferimento.