USCIS começa a enviar 78 mil ordens para indocumentados comparecerem à Corte

Vão receber a notificação aqueles imigrantes que chegaram ilegalmente pela fronteira e foram liberados sem uma data para comparecer diante de um juiz de imigração

0
3818
Autorizações de trabalho (EADs) terão prazo ampliado de um para dois anos (Foto: Wikimedia)
USCIS (Foto: Wikimedia)

Mais de 78 mil imigrantes que foram liberados após atravessarem ilegalmente a fronteira dos Estados Unidos com o México começaram a receber, na segunda-feira (8), ordens para comparecimento ao tribunal de imigração.

De acordo com fontes ligadas ao governo, os imigrantes serão orientados a comparecer na frente de um juiz de imigração, que vai determinar se eles poderão ficar no País – sob a condição de fazer check-ins periódicos – ou se receberão uma ordem de deportação.

A “Operação Horizon” foi designada para aqueles imigrantes, na maioria com crianças, que chegaram e foram rapidamente despachados, sem um documento para comparecer à Corte.

Na Corte, os agentes vão tirar fotos, impressões digitais e o juiz vai revisar caso a caso para determinar se o imigrante deverá usar tornozeleiras eletrônicas ou se vai aguardar pelo processo em liberdade.

De acordo com o US Immigration and Customs Enforcement (ICE) aqueles que não comparecerem à Corte, terão uma ordem de deportação expedida imediatamente e estarão sujeitos a serem expulsos do País a qualquer momento.

“O USCIS está enviando esses documentos por email para estrangeiros que foram liberados por agente do Border Patrol sem terem uma data para comparecerem ao tribunal. Eles terão que comparecer à agência imigratória mais próxima para que todos os procedimentos legais sejam realizados”, informou o USCIS em nota à CBS.