Uso excessivo de ar condicionado deixa Califórnia sob ameaça de apagão energético

Demanda recorde por energia elétrica é alimentada pela onda de calor excessivo

0
416
Estado enfrenta onda de calor (foto: Flickr)

Pelo sétimo dia consecutivo, a companhia energética California Independent System Operator (ISO) pediu aos moradores que economizem eletricidade para evitar um apagão no estado. A Califórnia vive uma onda de calor que alimenta uma demanda recorde por energia. O horário mais crítico, de acordo com a ISO, é no final da tarde, quando o sol se põe, milhares de pessoas chegam em casa do trabalho e o uso do ar-condicionado dispara. A companhia registrou nesta terça-feira (6), o pico de consumo no ano 2022.

“Precisamos de uma redução duas ou três vezes maior do que vimos até agora”, disse Elliot Mainzer, CEO da ISO, em comunicado. Segundo Mainzer, se não houver economia “voluntária, a empresa vai pedir às concessionárias que imponham interrupções rotativas, como aconteceu em 2020. 

Atualmente, cerca de um terço da energia que abastece a Califórnia vem do recurso solar, então, durante o período do dia não é preciso economizar; “o problema é quando cai o sol”, reforçou o CEO. A previsão é que o estado enfrente a onda de calor durante a semana inteira. Nos últimos dias, foram relatados vários focos de incêndios em regiões desérticas.