Uso medicinal da maconha é aprovado na Flórida

Emenda foi aprovada com 71% dos votos no Sunshine State

0
3330
Maconha é lagalizada na Flórida para uso medicinal
Maconha é lagalizada na Flórida para uso medicinal

Com a aprovação da emenda 2, que legaliza a maconha para uso medicinal na Flórida, o departamento de saúde do Estado está correndo contra o tempo, já que tem seis meses para regulamentar o uso da marijuana para tratamentos de saúde.

A emenda teve 71% dos votos, sendo necessários 60%  para ser aprovada. Em Broward e Palm Beach, 75% dos eleitores foram favoráveis à aprovação da emenda 2.

Agora, a marijuana poderá ser usada para o tratamento de pessoas com câncer, epilepsia, glaucoma, HIV, doença de Crohn, doença de Parkinson,  esclerose múltipla, entre outras patologias da mesma classe.

Outras emendas

A emenda sobre o uso da maconha foi uma das quatro emendas em votação para os eleitores da Flórida. A primeira foi sobre o uso de energia solar em residências endossada pelo grupo Smart Solar e só obteve 51% dos votos.  A terceira emenda foi aprovada com 84% dos votos e tratava de isenção de impostos na compra de imóveis para socorristas que foram feridos e tiveram danos permanentes enquanto trabalhavam.  E a emenda 5 que prevê isenção fiscal para pessoas idosas de baixa renda que moram na mesma propriedade por mais de 25 anos, foi aprovada com 78% dos votos.

Maconha em outros estados

A eleição de terça-feira(8), além da disputa presidencial, teve ainda a aprovação da legalização do uso recreativo da maconha na Califórnia, Massachusetts e Nevada.

A autorização na Califórnia, onde recebeu 55% dos votos, torna a substância em legal em parte da fronteira americana com o México. Em Massachusetts, o “sim” obteve 53,5%, e em Nevada, 54%. No Maine, onde o resultado final ainda não saiu, a apuração avança com um apoio de 50,5%.

No Arizona, o quinto estado que levava a medida às urnas, a apuração mostra uma rejeição de 52%.

Com Califórnia, Massachusetts, Nevada e possivelmente Maine, a maconha passará a ser legal em oito estados da união. Antes desta terça-feira, ela já estava liberada em Alasca, Colorado, Oregon, o estado de Washington e o Distrito de Columbia, onde fica a capital.

Além disso, outros quatro estados (Flórida, Arkansas, Montana e Dakota do Norte) que levaram hoje às urnas a legalização da maconha medicinal a aprovaram.