Vacina da Moderna é 100% eficaz em adolescentes de 12 a 17 anos, diz empresa

Por enquanto, apenas vacina da Pfizer tinha eficácia comprovada nessa faixa etária; Moderna vai submeter dados dos testes ao CDC e FDA para obter aprovação

0
755
Vacina da Moderna (Foto Marco Verch - Flickr)

A farmacêutica Moderna anunciou, nesta terça-feira (25), que sua vacina contra a Covid-19 é eficaz em adolescentes de 12 a 17 anos. Testes realizados em 3.732 participantes mostraram 100% de eficácia.

A empresa afirmou que pretende submeter os dados ao U.S. Food and Drug Administration (FDA) e Centers for Disease Control and Prevention (CDC)  no início de junho. A ideia é começar a imunizar essa faixa etária assim que os órgãos reguladores aprovarem.

Se os dados da vacina da Moderna forem aprovados, a vacina será a segunda com autorização de uso em adolescentes de 12 a 17 anos no país. A primeira foi a da Pfizer, que já podia ser aplicada em pessoas a partir dos 16 anos e, no último dia 10, recebeu autorização de uso em adolescentes de 12 a 15 anos.

Assim como a da Moderna, a vacina da Pfizer também teve eficácia de 100% entre adolescentes.

Testes

Para a realização dos testes, os adolescentes foram separados de forma aleatória entre o grupo da vacina e o grupo placebo (que recebe uma substância inativa). A cada dois adolescentes vacinados, um recebia o placebo.

Nenhum caso de covid-19 com dois ou mais sintomas foi observado em participantes que receberam duas doses da vacina da Moderna. No grupo placebo, houve 4 casos da doença.

Até agora, 39,3% da população americana já está completamente vacinada contra a Covid-19 – o equivalente a 130,6 milhões de pessoas. No Brasil, onde a vacina da Moderna não é aplicada, esse número é de 20,9 milhões, o equivalente a 9,89% da população. (Com informações da Reuters e G1)