Vazamento de óleo força fechamento de praias na Califórnia

Prefeitura de Huntington Beach, no condado de Orange, classificou o incidente como catástrofe ambiental

0
331
Um trabalhador é refletido na água de um estuário após um grande derramamento de óleo na costa da Califórnia chegar à costa em Huntington Beach, Califórnia (Foto: REUTERS/Mike Blake)
Um trabalhador é refletido na água de um estuário após um grande derramamento de óleo na costa da Califórnia chegar à costa em Huntington Beach, Califórnia (Foto: REUTERS/Mike Blake)

O rompimento de um oleoduto na costa da Califórnia derramou mais de 3 mil barris de petróleo no mar e forçou o fechamento de diversas praias da região.

A área mais afetada pelo vazamento é a cidade de Huntington Beach, no condado de Orange, que está localizada a cerca de 40 milhas ao sul de de Los Angeles. O derramamento se estende do píer de Huntington Beach até Newport Beach, um trecho da costa que é muito popular entre surfistas e banhistas.

A prefeita de Huntington Beach, Kim Car, classificou o incidente como uma “catástrofe ambiental” e afirmou que este é um “desastre ecológico em potencial”. “A área de terra molhada está sendo destruída e partes da nossa costa estão agora cobertas em óleo”, disse Car em entrevista coletiva.

A ruptura do oleoduto matou peixes e pássaros, que ficaram espalhados na areia, além de algas encharcadas de óleo.

A Guarda Costeira dos EUA anunciou ainda no domingo que abriu uma investigação para descobrir as possíveis causas do vazamento, que aconteceu no sábado (2). De acordo com as autoridades, o vazamento já foi controlado e a limpeza do local está sendo realizada.