Veículo atropela participantes da Parada do Orgulho Gay na Flórida e deixa um morto

Motorista foi detido pela polícia, levantando questões sobre se o atropelamento teria sido intencional. Mais tarde, os policias informaram que se trata de um "acidente trágico"

0
1207
Bandeira da causa LGBT
Evento foi cancelado após o acidente (foto: flickr)

Débora Maia

Um homem morreu e outro foi hospitalizado neste sábado (19), após serem atropelados por uma caminhonete durante  a Parada do Orgulho Gay de Stonewall, em Wilton Manors, FL.

Câmeras de segurança do evento capturaram o momento em que, após atingir os dois homens, o veículo modelo Dodge Ram 2011,  sai da pista e invade uma área verde.  Policiais que estavam no local imediatamente cercaram o carro e levaram o suspeito para a cadeia de Broward.

Após receber os primeiros-socorros da equipe de paramédicos do Fort Lauderdale Police Department, as vítimas foram encaminhadas para o Broward Health Medical Center, onde um deles já teria chegado sem vida, conforme informaram as autoridades. O outro segue hospitalizado e não corre risco de morrer. Nenhum dos homens teve a identidade revelada até o momento.

O incidente aconteceu por volta das 7 p.m. e, segundo a polícia, o veículo envolvido participava do desfile de carros da Parada e trazia uma bandeira do movimento LGBTQ+ na carroceria. 

Durante o domingo, os agentes trabalharam com diferentes linhas de investigações para descobrir as causas do acidente.  O prefeito de Wilton Manors, Dean Trantalis, chegou a levantar a hipótese de ataque terrorista contra a comunidade gay, o que não foi confirmado pelas autoridades.

Na noite de ontem, o xerife de Wilton Manors, Gary Blocker, emitiu um comunicado declarando que o condutor, um homem de 77 anos com limitações físicas, não teve a intenção de provocar o incidente.

De acordo com Blocker, ele acompanhava o desfile quando, acidentalmente, pisou fundo no acelerador lançando o carro sobre a multidão e acertando os dois homens.  “O que aconteceu foi um trágico acidente e não um ato criminoso dirigido a nenhum indivíduo”, disse o xerife.

O evento estava previsto para durar todo o final de semana, mas foi imediatamente cancelado.

Recentemente, as duas cidades vizinhas de Wilton Manors e Fort Lauderdale receberam títulos de melhores destinos para a comunidade LGBTQ+ nos EUA.