Vítimas de atentado em Las Vegas são identificadas

Professores, enfermeiros, estudantes e pessoas comuns que estavam no local buscando diversão; ainda não se sabe o motivo pelo qual Stephen Paddock, de 64 anos, abriu fogo contra a multidão que assistia a um festival country

0
2971
Sonny Melton era enfermeiro e morreu tentando proteger a esposa
Sonny Melton era enfermeiro e morreu tentando proteger a esposa

Praticamente todas as vítimas fatais do atentado do último domingo (1) em Las Vegas já foram identificadas. De acordo com o sheriff do Condado de Clerk, Joseph Lombardo, faltam apenas três pessoas para serem reconhecidas. São professores, enfermeiros, estudantes e pessoas comuns que estavam no local buscando diversão. “As vítimas mortas e feridas foram atingidas por tiros, algumas pisoteadas, outras foram atingidas enquanto corriam dos tiros”, disse o policial. O atentado é considerado o maior ataque a tiros da história dos Estados Unidos.

Entre as vítimas está um enfermeiro do Tennessee e dois canadenses. O enfermeiro foi a primeira vítima identificada. Ele era registrado como funcionário de um centro médico de Paris, no Tennessee. Segundo o hospital, sua mulher, Heather Melton, também estava no festival e sobreviveu ao ataque. O governador do estado do Tennessee, Bill Haslam, confirmou a morte de Melton.

Angela Gomez, uma ex-aluna da Riverside Polytechnic High School, em Riverside, na Califórnia, também morreu. Ela era líder de torcida e participava de corais na escola. Sua idade não foi revelada.

Policial em Los Angeles, Charleston Hartfield, 34, estava de folga no domingo. Conhecido por seus amigos como Charles ou Chucky, escreveu um livro sobre seu trabalho na polícia e era treinador de um time de futebol para crianças e adolescentes. Horas antes do ataque ele atualizou a foto de capa de seu perfil no Facebook com uma foto de um banner do festival Route 91. Casado, pai de um filho e uma filha, ele foi militar durante 16 anos, atuando como policial nos últimos 11.

A ministra das Relações Exteriores do Canadá, Chrystia Freeland, informou que dois canadenses estão entre os mortos, mas não revelou suas identidades. Porém, os pais de Jordan, de British Columbia, confirmaram à rede CBC News que o filho, que completaria 24 anos na próxima sexta-feira, morreu no ataque.

A professora Jenny Parks estava em Las Vegas visitando dois irmãos e morreu no atentado. Seu marido também foi atingido, passou por cirurgia e se recupera bem. (Com informações da CNN e G1).

Angela Gomez está entre as vítimas do atentado em LA
Angela Gomez está entre as vítimas do atentado em LA