Washington Capitals e Vegas Golden Knights disputam a Stanley Cup

0
1594

Washington Capitals chegou às finais Stanley Cup pela primeira vez desde 1998 e pela segunda vez em sua história após ter batido na quarta-feira (23) Tampa Bay Lightning fora de casa por 4 a 0 no jogo 7 das finais da Conferência Leste. Agora, terá pela frente Vegas Golden Knights, a sensação do torneio da NHL (National Hockey League). O time de Nevada é um fenômeno por estar disputando pela primeira vez esta liga profissional e já ter conquistado a Conferência Oeste e se classificado para as finais da cobiçada Stanley Cup. Agora, as equipes começam a medir forças na segunda-feira (28), feriado de Memorial Day, para ver quem fica com a taça. O jogo 1 será na T-Mobile Arena a partir das 8 horas da noite, com transmissão da NBC, CBC, SN e TVAS.

Brasileiros sobram na Libertadores

A Copa Libertadores da América, de uns tempos para cá, tornou-se obsessão para os clubes brasileiros. Todos querem vencer a principal competição interclubes da América do Sul e ganhar, assim, o direito de jogar o Mundial de Clubes no final de ano. Apesar do esforço dos sul-americanos, os clubes europeus – que dão pouca importância a esta competição – têm levado nítida vantagem nos confrontos entre os clubes dos continentes mais vencedores do futebol mundial. O exemplo mais recente foi a final do ano passado que reuniu Real Madrid e Grêmio de Porto Alegre. A equipe espanhola venceu por 1 a 0, mas passou a impressão de que ganharia até por um placar maior, tal a inoperância do adversário. Vale destacar que o Tricolor gaúcho é uma das melhores equipes do futebol brasileiro e sul-americano, tanto que é o atual campeão e já carimbou sua presença nas oitavas de final da Copa Libertadores da América 2018. Aliás, fez a segunda melhor campanha entre os 32 times da Fase de Grupos, ficando atrás apenas do Palmeiras, outro clube brasileiro. Além destes dois, Cruzeiro também foi campeão de seu grupo e Corinthians e Santos também devem ter terminado campeões em suas chaves. É necessário explicar que a coluna foi redigida antes da rodada noturna da quinta-feira (24) – a última da Fase de Grupos do torneio.

Grupo 1: Grêmio vence o Defensor do Uruguai

Jogando um futebol burocrático, que provocou até mesmo vaias da torcida, o Grêmio de Porto Alegre derrotou na quarta-feira (23) o Defensor do Uruguai por 1 a 0, com um belo gol anotado por Luan na segunda etapa. O resultado foi suficiente para garantir o primeiro lugar na chave, com 14 pontos ganhos. Em segundo lugar, com um ponto a menos, ficou o Cerro Porteño do Paraguai que derrotou o Monagas da Venezuela por 3 a 2. Apesar da derrota, o Defensor se classificou para a Copa Sul-Americana. Todos terceiros colocados nos grupos da Copa Libertadores da América se classificaram automaticamente para esta competição. Monagas foi o lanterna, com 3 pontos.

Grupos 2 e 3: Sem brasileiros

Estes dois grupos não têm clubes brasileiros. No Grupo 3, tudo definido. Libertad do Paraguai, campeão com 13 pontos; Atlético Tucumán, da Argentina, segundo colocado com 10 pontos; Peñarol do Uruguai, terceiro com 9 pontos e classificado para a Copa Sul-Americana, e The Strongest da Bolívia, eliminado. Já no Grupo 2, havia grande indefinição e tudo foi decidido na rodada de quinta-feira (24).

Grupo 4: River Plate e Flamengo empatam e se garantem

Em uma partida desprovida de emoções, River Plate, da Argentina, e Flamengo, do Rio, empataram sem gols. A partida foi modorrenta de se assistir, mas serviu para carimbar a passagem dos dois gigantes sul-americanos para a próxima fase, com River Plate em primeiro, com 12 pontos; Flamengo, em segundo, com 10 pontos; Santa Fe, da Colômbia, com 7 pontos e vaga na Sul-Americana, e Emelec, do Equador, eliminado, com apenas 1 ponto conquistado. Vale lembrar que o Rubro-Negro carioca pode ser o único clube brasileiro a ficar em segundo em seu grupo e, desta forma, irá para o Pote 2 no sorteio dos playoffs.

Grupo 5: Cruzeiro mostra força e fica em primeiro

O Cruzeiro de Belo Horizonte começou a disputa da Copa Libertadores da América hesitante, mas recuperou-se e terminou em primeiro em seu grupo, após vencer o Racing da Argentina no Mineirão na terça-feira (22) por 2 a 1. Com este resultado, igualou o número de pontos do adversário (11), porém, ficou com a primeiro lugar, graças ao saldo de gols. O terceiro lugar ficou com o Vasco da Gama. Assim como a Raposa, o Cruzmaltino somou 5 pontos na competição e empatou com Universidad de Chile. No entanto, por ter vencido o adversário por 2 a 0 em Santiago, assegurou o terceiro lugar e uma vaga na Sul-Americana.

Grupo 6: Santos classificado, os outros brigam

O Santos, que vem passando por uma crise interna, já carimbou seu passaporte para as oitavas de final da Libertadores. Na quinta-feira (24), enfrentou o Real Garcilaso do Peru e uma simples vitória pode ter garantido o primeiro lugar no grupo. Embora o time peruano tivesse chances matemáticas, a segunda vaga do grupo deve ter ficado com Estudiantes da Argentina ou Nacional do Uruguai que decidiram a sorte no Estádio Ciudad de la Plata.

Grupo 7: Corinthians garantido e os outros se engalfinham

A exemplo do Santos, o Alvinegro paulista está garantido nas oitavas de final da Libertadores e um simples empate diante do Millonarios da Colômbia em sua Arena na quinta-feira (24) lhe garante o primeiro lugar do grupo. O segundo lugar deve ter ficado com o Independiente que enfrentou o Deportivo Lara da Venezuela em seu estádio em Avellaneda.

Grupo 8: Palmeiras faz melhor campanha

Mesmo estando classificado e em primeiro lugar do grupo com duas rodadas de antecedência, o Verdão jogou com seriedade e bateu o Junior Barranquilla da Colômbia por 3 a 1 em sua Arena para somar 16 pontos e permitiu ao Boca Juniors da Argentina ser o segundo com 9 pontos, após golear o Alianza Lima em Buenos Aires por 5 a 0. Junior Barranquilla ficou com 7 pontos e classificou-se para a Sul-Americana, enquanto o time peruano fez a pior campanha na Fase de Grupos e está eliminado.

Verdão sofre, mas avança na Copa do Brasil

O Alviverde paulista teve bastante dificuldade para classificar-se às quartas de final da Copa do Brasil na quarta-feira (23) atuando no Allianz Parque. Após ter derrotado o América-MG em Belo Horizonte no primeiro jogo do mata-mata por 2 a 1, todos esperavam uma vitória tranquila do Palmeiras. Entretanto, com Deyverson de titular no comando de ataque, pela ausência de Dudu, o time fez um mau primeiro tempo. Mesmo tendo a posse de bola, pouco criou e ainda por cima permitiu a Serginho, meia do Coelho, abrir o placar na única chance criada pelos adversários. Na segunda etapa, o técnico Roger Machado promoveu a entrada de Guerra no lugar de Deyverson e o time da casa partiu com tudo para o ataque. A pressão deu certo e William anotou o gol de empate – aliás, o gol nº 200 do Palmeiras no Allianz Parque -, dando números finais à partida. O empate foi suficiente para o Verdão carimbar sua passagem para a próxima fase da Copa do Brasil juntamente com Corinthians, Santos, Grêmio, Flamengo e Chapecoense – ironicamente todas equipes da Copa Libertadores da América. As outras duas vagas só serão conhecidas após a Copa do Mundo, com vantagem para Bahia que goleou o Vasco da Gama por 3 a 0 no jogo de ida em Salvador e para o Cruzeiro que derrotou o Atlético-PR por 2 a 1 em Curitiba.

Bahia segue firme na Sul-Americana

O Bahia entrou em campo, na noite de quarta-feira (23), precisando vencer o Blooming da Bolívia por 2 a 0 para se garantir na segunda fase da Sul-Americana. E fez mais que isso: para não dar sorte ao azar, tratou de marcar quatro vezes diante da equipe boliviana. No primeiro tempo, dificuldade para furar a defesa adversária; mas nada que Zé Rafael não resolvesse depois de uma cobrança de falta. Na segunda etapa, domínio tricolor e gols de Elton, Zé e Brumado para assegurar a classificação.