Zica vírus: governo brasileiro irá distribuir repelentes para grávidas

0
1152

DA REDAÇÃO – O ministro da Saúde brasileiro, Marcelo Castro, afirmou que o governo distribuirá repelentes para mulheres grávidas. O anúncio foi feito durante uma palestra a empresários na capital paulista na última semana. A medida faz parte da estratégia do governo para evitar a disseminação de casos de microcefalia, quando há deficiência no crescimento do cérebro de bebês, causada pela infecção de mulheres grávidas pelo zika vírus. Ele é transmitido por picada do mosquito aedes aegypti, o mesmo vetor da dengue. O levantamento mais recente do Ministério da Saúde indica que há 1.761 casos suspeitos em 13 Estados e no Distrito Federal.

Segundo Castro, o repelente será fabricado pelo Exército, que já produz a substância para uso próprio. O ministro não especificou como será feita a distribuição e quando ela começará, mas afirmou que a região Nordeste receberá atenção especial. “Essa decisão foi tomada ontem à noite”, disse. “Se possível, ainda hoje, quando eu chegar a Brasília, ligarei para o Exército”. Castro afirmou que será usada toda a capacidade de produção do Exército.

O Ministro ainda afirmou que o governo está aberto a parcerias para desenvolver uma vacina contra o zika vírus. “Essa é a nossa prioridade número um”, afirmou Castro. “Seremos parceiros de quem se dispuser a fazer vacina.” Essa seria a medida mais eficaz para evitar o surgimento de novos casos. Ainda se sabe muito pouco a respeito do vírus que, atualmente, causa no Brasil a maior epidemia do tipo já vista na história.