Zika já ameaça principal fonte da economia do Caribe

Os EUA tiveram em abril a primeira morte ligada ao vírus da zika, anunciaram as autoridades americanas de saúde

0
1038
Trabalhador combate o Aedes aegypti
Trabalhador combate o Aedes aegypti

O vírus da zika se propaga com rapidez pelo Caribe, onde as autoridades locais temem que seu vínculo com má formações em fetos de grávidas infectadas e a recente morte de uma pessoa em Porto Rico provoquem uma diminuição do turismo que recebe a região.

O secretário-geral da Organização Caribenha do Turismo (CTO), Hugh Riley, disse, no entanto, que por enquanto as grandes operadoras de turismo não apontaram mudanças significativas na demanda de seus produtos na região por causa da zika.

“É usual que a indústria observe com atenção o que acontece e ofereça promoções que estimulem as vendas quando necessário”, explicou Riley em relação à observação de que nos últimos meses houve quedas nos preços das passagens de avião para o Caribe.

No entanto, ele ressaltou que não tem “nenhuma informação que sugira que há um fator (como a zika) que esteja provocando o lançamento de alguma promoção em particular” e defendeu que a redução de preços corresponde ao aumento da oferta em uma região que “está vendo crescer o interesse por parte de viajantes estrangeiros”.

No final de janeiro, após a divulgação dos primeiros casos do vírus em ilhas como Porto Rico, Barbados, Jamaica, Trinidad e Tobago, várias companhias aéreas e cadeias hoteleiras ofereceram mudanças em passagens e, em alguns casos, reembolsos a mulheres grávidas que tinham planejado viajar para estes lugares.

Porta-vozes do CTO e da Associação de Hotéis e Turismo do Caribe consultados pela Efe explicaram que o nicho de mercado que mais pode se ver prejudicado é o conhecido como o das “babymoons” (luas de mel para grávidas).

Primeiro morto nos EUA

Os EUA tiveram a primeira morte ligada ao vírus da zika, anunciaram na sexta-feira (29), informaram, no sábado, autoridades americanas de saúde. A vítima é um homem de cerca de 70 anos que morreu em fevereiro em Porto Rico, que faz parte do território americano.