Antes de vir para os EUA, Papa visita Fidel Castro em Cuba

Pontífice chegou a Cuba no sábado (19) e visitou o ex-presidente cubano em sua casa

0
1526

DA REDAÇÃO (com G1) – O Papa Francisco se encontrou com o ex-presidente de Cuba, Fidel Castro, neste domingo (20), e fez uma visita ao líder revolucionário de 89 anos em sua casa em Havana, de acordo com um porta-voz do Vaticano. O Papa foi a Cuba antes de chegar aos Estados Unidos, nesta terça-feira (22) onde fica até o domingo (27).

Segundo o padre Federico Lombardi, a reunião entre Francisco e o ex-presidente teria durado entre 30 e 40 minutos e ocorreu em um “ambiente muito familiar e informal”, com a presença da esposa do líder cubano, Dalia Soto del Valle.

No mesmo dia, em missa na Praça da Revolução de Havana, o Papa pediu que os cubanos sirvam às pessoas, e não às ideias, e insistiu que a importância das nações se mede em como atendem as necessidades dos mais desfavorecidos.

O pontífice disse que o povo cubano tem “vocação de grandeza” e afirmou que deve cuidar especialmente dos mais frágeis. “A importância de um povo, de uma nação, a importância de uma pessoa sempre se baseia em como serve à fragilidade de seus irmãos”, continuou o papa, que dedicou sua homilia aos cristãos. “Todos estamos convidados a cuidar uns dos outros por amor”.

O pontífice celebrou a eucaristia diante de milhares de cubanos que o esperavam desde o começo da manhã. Ele circulou para cumprimentá-los mais de perto a bordo de um papamóvel conversível de fabricação cubana.

EUA
Depois de visitar Cuba, o Papa Francisco viaja para os EUA onde tem uma série de compromissos em Washington, New York e Philadelphia. O Serviço Secreto dos EUA, que normalmente escolta chefes de Estado em visita, irá providenciar a segurança do papa durante sua estada, que irá incluir encontros com o presidente americano, Barack Obama, e discursos no Congresso e na Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

O pontífice passará em New York a tarde de quinta-feira, dia 24, e todo o dia 25, com uma agenda pesada, que inclui um discurso na ONU, uma missa no Madison Square Garden e uma cerimônia no Memorial de 11 de Setembro.

Na tarde de sexta-feira, antes da missa, Francisco saudará milhares de nova-iorquinos em uma procissão através do Central Park pela avenida interna West Drive. No sábado (26), o religioso chega à Philadelphia para outros compromissos e no domingo (27) encerra sua visita com uma celebração para mais de 1 milhão de pessoas no encerramento do Encontro Mundial das Famílias.