Artistas brasileiros expõem em Miami

Sergio Martins, Carlos Zibel, Carlos Cesar Alves, Fernanda Frangetto e Didi Marchi expõem em Little Havana e mostra de Claudio Tozzi está em Wynwood

0
2808

Alguns artistas brasileiros estão expondo suas obras em Miami durante os meses de março e abril. No coquetel de abertura da exposição “Timeless”, na Duo Art Gallery, no dia 1º de março, os artistas plásticos Sergio Martins, Carlos Zibel, Carlos Cesar Alves, Fernanda Frangetto e Didi Marchi estiveram presentes ao evento, bastante prestigiado pelos admiradores da arte abstrata – tema recorrente nas obras dos três artistas.

Timeless

Sergio Martins
Sergio Martins

Sergio Martins considera-se multiartista, uma vez que pinta telas inspiradas em temas cósmicos, e também tem trabalhos em miniaturas com ressignificação dos objetos. Suas miniaturas fazem alusões a temas como grandes cidades – São Paulo, New York – e mesmo interpretação do cotidiano sob a ótica do criador. Assim, a paleta vira uma piscina enquanto o pincel simboliza uma palmeira, por exemplo. São obras bastante interessantes por despertar o sentido de significado das coisas.

Carlos Zibel
Carlos Zibel

Por sua vez, Carlos Zibel desenvolveu um conceito que alude a figuras e se situa no limiar entre abstrato e o figurativo. Dentro deste conceito, suas obras sugerem imagens figurativas. Ele define sua arte como transformadora de matéria em sublimação e ao mesmo tempo a sublimação transformando-se em matéria. Para esta exposição em Miami, Zibel criou obras cujas telas transformam-se em gravuras.

Carlos Cesar Alves também recorre ao abstrato e suas telas têm muitas cores que se fundem em um conjunto harmônico e questionador. Ou seja, convida o admirador de arte e colecionador a pensar, uma vez que a interpretação de cada quadro pintado por Alves exige reflexão sobre a arte como forma de comunicação.

Quem quiser conferir as obras dos pintores paulistas, deve visitar a Duo Art Gallery (1654 SW 8th Street, Miami). Seus trabalhos continuarão expostos até o final de abril.

Obra de Claudio Tozzi
Obra de Claudio Tozzi

Claudio Tozzi na Gary Nader Gallery

Por falar em artista plástico paulista, outro destaque é a exposição do pintor Claudio Tozzi, cujo vernissage foi realizado no dia 2 de março. A exposição deste consagrado artista está na Gary Nader Art Centre. Ele iniciou sua carreira nos anos 60, com apropriação de objetos, imagens tiradas de jornais, gibis e fotos associadas com temas sociais através de conotações simbólicas. Nos anos 70, criou uma nova sintaxe por meio de construção de um fio com retículas e granulações cromáticas que levaram a estruturas e espaços cheios de significados simbólicos intensos. Dos anos 80 até agora, suas obras intensificaram suas preocupações formais e ele começou a trabalhar com elementos estruturais básicos, como linhas, planos, cores e formas e materiais orgânicos que criam analogias formais com imagens pré-existentes e ampliam suas características construtivas.

Em seus processos metódicos e objetivos, ele usa ícones visuais – parafusos, escadas, fragmentos de objetos, símbolos tropicais, espaços urbanos, etc – e os desconstrói usando apenas seus aspectos essenciais. Tozzi é um artista de estrito rigor formal cujo trabalho inclui abordagens construtivas e conceituais.

Claudio Tozzi e Maria Fulfaro

A exposição “Territorios” de Claudio Tozzi pode ser admirada até o dia 2 de abril na Gary Nader Art Centre em Wynwood, localizada na 62nd NE 27th Street.