Antonio Tozzi Esportes

Boletim da Copa | Duelo dos “Cem Anos”

Logicamente não podemos comparar uma competição esportiva com um conflito sanguinário que deixou milhares de mortos, tanto do lado francês quanto do inglês, há mais de 600 anos. Mas, a título de ilustração, rememoramos a guerra sangrenta que mobilizou os exércitos e os povos dos dois países, assim como os motivos que levaram estas duas nações à guerra, como simbolismo do duelo marcado para o próximo sábado, válido pelas quartas de final da Copa do Mundo Catar 2022.

Para ser mais fidedigno aos fatos, recorremos à transcrição do texto do historiador Rainer Souza, publicado no site brasilescola.uol.com.br.

“A Guerra dos Cem Anos foi um conflito que marcou o processo de formação das monarquias nacionais da França e da Inglaterra. No plano político, essa guerra foi motivada pela crise política que tomou conta da França depois da morte de Filipe, O Belo, em 1328. Buscando desfrutar das vantagens econômicas provenientes da unificação das coroas, o rei britânico Eduardo III exigiu o trono francês, pois era neto do falecido monarca francês.

Além disso, o interesse econômico também explica esse desgastante confronto. Nesse período, os monarcas preocupavam-se em fortalecer seu poder político através da cobrança de impostos. Foi a partir dessa situação que ingleses e franceses disputaram o controle fiscal sobre a próspera região de Flandres. Por um lado, os ingleses buscavam controlar Flandres pelo fato de fornecer a lã utilizada pelos seus tecelões. No entanto, a França exercia o controle político na região por causa de antigos vínculos feudais.

Em grande parte do confronto, os ingleses venciam os exércitos franceses impondo uma pesada derrota. No ano de 1415, as tropas inglesas tomaram parte do território francês aprisionando o rei Carlos VI e dominando a cidade de Paris. O triunfo britânico foi logo legitimado com a assinatura do Tratado de Troyes, que transferiu a porção norte da França para os domínios do rei inglês Henrique V. Até então, parecia ser impossível que os franceses pudessem reverter a supremacia alcançada pelos britânicos.”

“Entretanto, no ano de 1429, o papel desempenhado por uma obstinada francesa chamada Joana D’Arc deu outros destinos para esse conflito. Liderando um pequeno exército organizado pelo monarca Carlos VII, essa lendária guerreira conseguiu reconquistar a região de Orleans do domínio inglês. Logo em seguida, a euforia causada com essa conquista também possibilitou a retomada de Reims. Imediatamente, os ingleses ficaram alarmados com os feitos daquela desconhecida camponesa.

Enquanto Carlos VII foi aclamado como novo rei da França, os ingleses planejavam capturar e assassinar Joana D’Arc. Aprisionada graças aos esforços do duque de Borgonha, Joana D’Arc foi oferecida aos tribunais eclesiásticos sob a acusação de bruxaria. Julgada e condenada, a heroína francesa foi queimada viva na cidade Rouen, no ano de 1431. Com isso, os ingleses almejavam abafar uma possível reação militar por parte da França.

No entanto, as conquistas empreendidas pela santificada guerreira mobilizaram a população francesa em novas batalhas contra a Inglaterra. Espelhados em Joana D’Arc, os franceses impuseram seguidas derrotas aos exércitos britânicos. Em 1453, a conquista da cidade de Bordeaux obrigou os ingleses a admitir sua derrota, dando fim à Guerra dos Cem Anos. Depois disso, a monarquia francesa ganhou amplos poderes sob a tutela do rei Carlos VII.”

Aqui estão os comentários sobre as partidas de hoje.

Allez les bleus

Dia: 4 de dezembro (domingo)
Local: Estádio Al Thumama, Catar
Evento: França x Polônia (Oitavas de final)

Essa foi a ficha técnica do encontro no qual as casas de apostas apontavam favoritismo da seleção francesa. Apesar de alguns sustos quando o jogo estava 0 a 0, com direito a um bombardeio polonês, o que se viu em campo foi um domínio francês. Por mais que tenha tido um pouco de dificuldade no primeiro tempo, a França vence a Polônia por 3 a 1 e avança para as quartas de final da Copa do Mundo. Os franceses abriram o placar com Giroud, que se tornou o maior artilheiro da história da seleção, e ampliou com dois golaços de Mbappé no segundo tempo, com chutes fortes que entraram na gaveta. Lewandowski descontou com gol de pênalti nos acréscimos e deu números finais para a partida.

Se o camisa 10 parecia um pouco desatento no primeiro tempo e início do segundo, errando passes bobos ou fazendo firulas a mais, quando ele quis decidir não teve quem segurasse. O astro francês marcou dois golaços na gaveta de Szczesny que garantiu a vitória em cima da Polônia. Além disso, e de ser eleito o melhor em campo, ele também assumiu a artilharia isolada da Copa, ultrapassou Cristiano Ronaldo em gols em mundiais e igualou Messi. E ele tem apenas 24 anos!

O gol de Olivier Giroud, que abriu o placar da vitória francesa no fim do primeiro tempo, fez dele o maior artilheiro da história da França. Somados os dois marcados contra Austrália, ele chegou ao terceiro nesta Copa e 52 no total com a camisa azul. O gol de hoje fez ele ultrapassar o lendário atacante Thierry Henry, que tinha 51.

Agora, França enfrentará a Inglaterra, no sábado (10), às 2:00 pm (horário de Miami).

Inglaterra despacha Senegal e fará clássico do “Canal da Mancha”

A Inglaterra está nas quartas de final da Copa do Mundo de 2022, no Catar. Neste domingo (4), no estádio Al Bayt, derrotou Senegal por 3 a 0, com gols de Henderson, Kane e Saka. Nas quartas de final, vai encontrar a França, no mesmo estádio que venceu Senegal neste domingo.

Até agora, é o placar mais elástico nas oitavas de final. França e Holanda venceram por 3 a 1 Polônia e Estados Unidos, respectivamente. A Argentina derrotou a Austrália por 2 a 1. Os ingleses já haviam goleado na fase de grupos, fazendo 6 a 2 no Irã, na estreia. Até por isso, o time inglês tem o melhor ataque, com 12 gols na Copa do Mundo. Média de três por jogo até agora.

Pela terceira vez na história das Copas do Mundo, Inglaterra e França se encontram, a primeira em mata-mata. Em 1966 e em 1982, se encontraram na fase de grupos, sempre com vitória da Inglaterra (2 a 0 e 3 a 1). O Brasil só será adversário dessas seleções em uma eventual final.

Os demais confrontos de oitavas de final são os seguintes:

Dia                   Horário                                    Jogos                            Local

Segunda (05)    10:00 am (horário de Miami)     Japão x Croácia             Estádio Al janoub

Segunda (05)      2:00 pm (horário de Miami)     Brasil x Coreia do Sul     Estádio 974

Terça (06)         10:00 am (horário de Miami)     Marrocos x Espanha      Estádio Cidade da Educação

Terça (06)           2:00 pm (horário de Miami)     Portugal x Suíça            Estádio Lusail

Já está definida uma partidas de quartas de final da Copa do Mundo Catar 2022:

Sexta (09)           2:00 pm (horário de Miami)     Argentina x Holanda      Estádio Lusail

Sábado (10)        2:00 pm (horário de Miami)     França x Inglaterra        Estádio Al Bayt

Baixe nosso aplicativo