Brasileira ganha ouro em mundial de natação na Hungria

Etiene foi vice-campeã desta mesma prova no Mundial de 2015 e perdu justamente para a chinesa. Com o ouro da atleta, o Brasil já soma sete medalhas no Mundial de Esportes Aquáticos

0
1249
Etiene Medeiros venceu a prova dos 50 metros costas
Etiene Medeiros venceu a prova dos 50 metros costas

A brasileira Etiene Medeiros venceu a prova dos 50 metros costas no Mundial de Esportes Aquáticos, em Budapeste, na Hungria. Após fazer o melhor tempo nas semifinais, a brasileira venceu de ponta a ponta e garantiu o ouro na prova, com o tempo 27s14, um centésimo a menos que a chinesa Yuanhui Fu, que fez 27s15 e ficou com a prata.

O bronze terminou com a bielorrussa Aliaksandra Herasimenia, que bateu em 27s23. A pernambucana se tornou a primeira mulher brasileira campeã mundial em piscina longa.

“Acho que tive várias pessoas ao meu lado para essa prova. Foi uma temporada diferente, estava relaxada desde o início do ano. Fiquei um pouco nervosa na hora, mas foi engraçado, que todas as nadadoras me desejavam boa sorte. Estou muito feliz! Foi por pouco, ela (chinesa) é uma ótima adversária. Muito obrigado mesmo!”, disse a nadadora em entrevista ao canal “Sportv”.

Além do ouro, ela bateu o recorde das Américas. Esse foi a primeira medalha dourada do Brasil na natação, somadas a outras três pratas. Mas o país também tinha conquistado um ouro com Ana Marcela Cunha na prova dos 25 km da maratona aquática.

Etiene foi vice-campeã desta mesma prova no Mundial de 2015 e perdu justamente para a chinesa. Com o ouro da atleta, o Brasil já soma sete medalhas no Mundial de Esportes Aquáticos. Ana Macela foi bronze nos 5km e 10km, além de ter sido campeã nos 25km. Já na natação, o país ganhou prata no revezamento 4×100 metros livre, com Nicholas Santos nos 50 metros borboleta e com João Gomes nos 50 metros peito.

Na outra final com brasileiro do dia, Marcelo Chierighini ficou em quinto lugar nos 100 metros livres. O ouro ficou com o norte-americano Caeleb Dressel, que fez o tempo de 47s17, a prata para o também norte-americano Nathan Adrian, e o bronze para o francês Mehdy Mentella.