Brasileiros em Deerfield Beach podem ter curso de liderança

0
534

Os brasileiros temem fazer denúncias ou servir como testemunha e serem presos por não terem documentos

Joselina Reis

O Broward Sheriff Office (BSO) está planejando oferecer o curso Brazilian Leardership Academy para a comunidade brasileira em Deerfield Beach (DB). O objetivo é melhorar a comunicação com a comunidade de língua portuguesa e diminuir o receio que os brasileiros têm em relação ao trabalho da polícia. O anúncio foi feito pelo chefe do Distrito policial de DB, Pete Suddler, durante as comemorações do 29° Annual National Night Out of Crime (29ª Noite Anual Sem Crime) na terça-feira (7).

A festa acontece anualmente em todo os Estados Unidos com o objetivo de estreitar as relações entre a polícia local e a comunidade. No caso de Pompano Beach e Deerfield Beach, os organizadores querem o apoio da comunidade brasileira, que ainda tem muito receio em contatar a polícia, seja em casos em que são vítimas ou testemunhas de crimes. “Essa comunidade ainda pensa que é alvo de perseguição. Não é o caso”, afirma o chefe do distrito policial de Deerfield Beach.

Eventos como o Night Out of Crime, explica a policial Ana Murillo, são oportunidades para o BSO mostrar suas atividades e explicar seu campo de atuação. Ela lembra que a falta de informação faz com que muitos moradores, principalmente os indocumentados, não prestem queixa à polícia em casos de crime e se recusem a testemunhar nas investigações.”É um problema que enfrentamos no dia a dia nessa localidade. Em muitos casos não podemos ajudar porque as pessoas não colaboram, fazendo com que os criminosos continuem a agir”, enfatiza.

Murillo explica que o BSO não pode prender ninguém que esteja tentando ajudar na solução de um crime só porque a testemunha não pode provar que tem residência legal nos Estados Unidos. Somente em casos em que existe um pedido de prisão preventiva contra a pessoa, o BSO efetuaria a prisão. “Não somos oficiais da imigração”, adianta a policial. Ela acredita que os moradores, incluindo os indocumentados, podem e devem colaborar com a investigação policial para elucidar a incidência de crimes, que seria bem menor. Por mês, o serviço 911 do distrito de Pompano Beach recebe cerca de nove mil ligações. Já em Deerfield Beach, o número é de aproximadamente cinco mil. Nas duas cidades os crimes mais frequentes são roubo e assalto.

Curso em Pompano

Recentemente, o BSO realizou o primeiro curso de liderança para brasileiros em Pompano Beach. Durante as 13 semanas de curso, os brasileiros que participaram aprenderam como o sistema criminal americano funciona. Eles também receberam instrução para responder as dúvidas mais frequentes da comunidade como, por exemplo, carteira de motorista e imigração.

Enquanto o curso de liderança não é oferecido em Deerfield Beach, a comunidade brasileira está convidada a participar do BSO Citizen Academy, em inglês, oferecido três vezes ao ano em Fort Lauderdale (Public Safety Building, 2601 West Broward Boulevard). O curso tem duração de 13 semanas, é gratuito, e as aulas são dadas uma vez por semana.