Brasileiros mortos perto da fronteira EUA-México

0
2273

Patrícios podem ter sido vítimas de emboscada e mortos a tiros

Três brasileiros que viajavam em um furgão pela rodovia 8 rumo à Tijuana, no Norte do México, morreram em um acidente no quilômetro 70, na altura da cidade de Sonoita, informou nesta segunda-feira o Itamaraty, citando uma fonte do hospital Migo, em São Luis do Rio Colorado, na Baixa Califórnia. Os três estariam tentando fazer a travessia clandestina pela fronteira entre o México e os EUA.

De acordo com o funcionário, um dos brasileiros foi identificado por um irmão como José Agnaldo da Silva. Os outros dois brasileiros envolvidos no acidente, cujas circunstânicas não foram esclarecidas, seriam Islene Miranda Andrade e Jaider Moreira Andrade, primos originários de Braúnas, no vale do Rio Doce, Minas Gerais.

O Ministério das Relações Exteriores do Brasil disse desconhecer a versão, que circulou entre a comunidade brasileira nos EUA, de que as vítimas teriam sido mortas a tiros em uma emboscada na rodovia e que o número de mortos poderia chegar a cinco.

A região fronteiriça entre México e EUA, seja demarcada pelo deserto do Arizona ou pelo Rio Grande, atrai todo ano milhares de brasileiros que sonham com trabalho na terra do Tio Sam. Muitos deles acabam mortos afogados, de desidratação ou por gangues que atuam na região.