Acidente com carreta que transportava imigrantes deixa pelo menos 54 mortos no México

Imigrantes de diferentes nacionalidades viajavam de forma irregular no veículo de carga. Não há informações se há brasileiros entre eles

0
5701
Imagens registradas pela Agência AFP minutos após o acidente mostra vários corpos cobertos com lençóis brancos e enfileirados na estrada (foto: AFP)
Imagens registradas pela Agência AFP minutos após o acidente mostra vários corpos cobertos com lençóis brancos e enfileirados na estrada (foto: AFP)

Um caminhão de carga que transportava dezenas de imigrantes irregularmente capotou em uma rodovia de Chiapas, na fronteira entre México e Guatemala na noite desta quinta-feira (9).  Pelo menos 54 pessoas morreram e outras 105 ficaram feridas, de acordo com um comunicado emitido pelo departamento de Defesa Civil de Chiapas às 9 pm. O acidente já é considerado um dos piores envolvendo imigrantes que tentam chegar à fronteira com os EUA.

O chefe da Defesa Civil, Luis Manuel Garcia, disse que o motorista do caminhão dirigia em alta velocidade quando perdeu o controle ao entrar em uma curva fechada nas proximidades da cidade de Tuxtla Gutierrez. “Quarenta e nove pessoas morreram no local do acidente, enquanto cinco morreram durante o atendimento hospitalar devido à gravidade dos ferimentos”, disse Garcia. A maioria dos imigrantes que estavam no caminhão eram da América Central, mas ainda não foi divulgada a nacionalidade dos mortos, nem se há brasileiros entre eles. 

Imagens registradas pela Agência AFP minutos após mostra vários corpos cobertos com lençóis brancos e enfileirados na estrada, em meio a uma intensa mobilização de paramédicos e autoridades. Pelo Twitter, o presidente do México, Andres Manuel Lopez Obrador, expressou tristeza. “É muito doloroso”, postou. O governador de Chiapas, Rutilio Escandón, também usou as redes sociais para lamentar o ocorrido. “Minha solidariedade às vítimas do acidente de trânsito no trecho Chiapa de Corzo-Tuxtla Gtz”, escreveu. Ele também promoteu investigar o caso e responsabilizar eventuais culpados.

Chiapas fica na região sul do México e é um dos principais pontos de acesso de imigrantes em situação irregular que tentam chegar aos EUA. A tragédia aconteceu dias após a reativação por ordem judicial de um programa do governo americano que obriga solicitantes de asilo a esperarem no México por uma resposta aos seus pedidos.