CDC inclui Brasil e México em lista de risco ‘muito alto’ para a covid-19

Surto de covid-19 devido à variante ômicron fez órgão de saúde elevar o risco de viajar para esses e outros nove países

0
834
Recomendação não cria nenhuma obrigação para os indivíduos, (Foto Kevin Mohatt/ Reuters)

O US Centers for Disease Control and Prevention (CDC) elevou o risco de viajar para 12 países para o nível 4, considerado “muito alto” devido às altas taxas de contaminação pela covid-19. Na lista estão Brasil, México, Anguila, Chile, Equador, Guiana Francesa, Kosovo, Moldova, Paraguai, São Vicente e Granadinas, Cingapura e Filipinas.

No total, 128 países estão dentro da classificação de risco mais alta estabelecida pelo CDC.

Desde meados de dezembro, o governo americano adicionou 60 novos países na lista e pede que os americanos não visitem essas localidades.

Autoridades de saúde dos EUA usam um sistema de quatro níveis para classificar os destinos internacionais quanto ao risco de exposição ao coronavírus:

Nível 1 – risco baixo: a recomendação é estar totalmente vacinado antes de viajar; nível 2 – risco moderado: quem não estiver vacinado e for paciente de risco para a covid deve evitar viagens não essenciais; nível 3 – risco alto: todos os cidadãos norte-americanos devem evitar viagens não essenciais a esses países; nível 4 – risco muito alto: pessoas são orientadas a não viajar.

Para elaborar as recomendações, o CDC usa dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) e outras fontes oficiais. As localidades que não divulgam dados são classificadas como de nível 4.