Centenas de drones iluminarão o céu na praia de Pompano Beach neste sábado à noite (2)

Impressionante serve para descrever com exatidão este novo tipo de espetáculo

0
1219
Pompano Beach está hospedando seu primeiro show de drones, onde centenas de drones voarão em uma formação coreografada (Foto: Connor McGaffey/Cortesia)
Pompano Beach está hospedando seu primeiro show de drones, onde centenas de drones voarão em uma formação coreografada (Foto: Connor McGaffey/Cortesia)

Um show animado vai iluminar a noite – mas sem o estouro dos fogos de artifício. Centenas de drones voarão em uma formação coreografada com música como parte do primeiro show de drones de Pompano Beach neste sábado (2).

O show começará às 9 horas da noite sobre o oceano, centrado em torno do cais de pesca. As festividades da comunidade terão início ao longo da Vila dos Pescadores a partir das 6h30, com música ao vivo.

“É um dos primeiros shows públicos de drones no sul da Flórida projetados pessoalmente para nossa vibração tropical”, disse a porta-voz da cidade, Sandra King.

Os shows públicos de drones ainda são novos, embora a ideia tenha se tornado famosa nas Olimpíadas de 2020 em Tóquio. Desde então, ganhou mais força e a Reuters informou que Sydney na Austrália, famosa pela queima de fogos de artifício de Ano Novo, está considerando substituir os pirotécnicos por drones para reduzir o risco de incêndios florestais.

Em Pompano Beach, espera-se que o show seja visto ao longo da costa por até 5 milhas. Os drones terão 3.400 lumens cada, uma medida de brilho. Em comparação, uma vela de aniversário é um lúmen. A cidade precisava de permissão primeiro da Administração Federal de Aviação, para o plano de voo dos drones, bem como da Comissão de Conservação de Peixes e Vida Selvagem da Flórida para a certeza de que eles não estariam machucando tartarugas marinhas locais ou aves marinhas.

Connor McGaffey, porta-voz da Firefly Drone Shows, com sede em Michigan, que está realizando o evento de Pompano Beach, disse que os shows estão se tornando mais comuns a cada ano, à medida que as cidades buscam alternativas aos fogos de artifício.