Sobe para 26 o número de mortos pelas tempestades de inverno nos EUA

Várias pessoas foram hospitalizadas por causa do clima extremo em partes do país. A maioria deles trabalhadores imigrantes que limpam a neve das frentes das casas e empresas

0
1633
Não há previsão de aumento nas temperaturas, segundo o NWS (foto: wikimedia)
Não há previsão de aumento nas temperaturas, segundo o NWS (foto: wikimedia)

O número de pessoas que perderam a vida por causa das fortes tempestades de frio e neve que assolam parte dos EUA chegou a 26. O clima extremo também deixou milhões de pessoas sem energia elétrica e atrasou a entrega das vacinas contra a covid-19 em vários estados, incluindo a Flórida.

Até o momento, não há previsão de aumento nas temperaturas. Pelo contrário, o site do National Weather Service (NWS), alerta para uma tempestade de inverno que afetará “significativamente” o sudeste dos EUA nesta quarta-feira (17), com temperaturas até 35ºF abaixo do normal para esta época do ano.

O NWS também prevê camadas de gelo de até meia polegada nos próximos três dias em áreas do Texas, Mississippi e Virgínia.

“Todos os perigos climáticos severos serão possíveis, incluindo alguns tornados da Florida Panhandle às Carolinas”, alertou o órgão.

A alta demanda por aquecedores impactou o abastecimento de energia elétrica e estima-se que 3,5 milhões de americanos estão no escuro, de acordo com a PowerOutage.US.

Além dos mortos, várias pessoas foram hospitalizadas com ferimentos relacionados ao clima. Muitos deles são trabalhadores imigrantes que limpam a neves das frentes das casas e empresas.

Apenas em Ohio, 11 limpadores de neve foram atropelados nas últimas duas semanas.