Chuvas causam 24 mortes em São Paulo; ao menos oito são crianças

Óbitos foram registrados nas cidades: Franco da Rocha, Francisco Morato, Embu das Artes, Várzea Paulista, Arujá, Ribeirão Preto, Jaú e Itapevi

0
500
Óbitos foram registrados em oito municípios (Foto: Defesa Civil de SP)

Pelo menos 24 pessoas em oito municípios paulistas morreram em decorrência das fortes chuvas que atingem o estado brasileiro desde o último domingo (30). Entre os mortos estão oito crianças, segundo informações da Defesa Civil estadual.  Seis pessoas continuavam desaparecidas até a manhã desta terça-feira (1) e 1,546 mil tiveram que deixar suas casas. Há ocorrências espalhadas por todo estado relacionadas às chuvas, como alagamentos, queda de árvores, quedas de muros e deslizamentos de terra. No total, 27 municípios relataram algum tipo de dano. Os óbitos foram registrados nas cidades Franco da Rocha, Francisco Morato, Embu das Artes, Várzea Paulista, Arujá, Ribeirão Preto, Jaú e Itapevi. O governador João Doria sobrevoou as áreas afetadas e anunciou R$ 15 milhões para auxiliar essas prefeituras. Os repasses poderão ser utilizados para reparar problemas crônicos nesses municípios que facilitam a incidência de alagamentos e deslizamentos de terra.

Além de São Paulo, outros estados brasileiros também têm sido atingidos por chuvas torrenciais desde o final do ano passado. Na Bahia, 26 pessoas morreram nos primeiros dias de janeiro, provocando inundações em dezenas de cidades e forçando quase 800 mil pessoas a abandonarem suas residências.  Na ocasião, o governo dos EUA  enviou $100 mil para ajudar as famílias.