Clubes brasileiros sobram na Libertadores

0
817
Fred se tornou o segundo maior artilheiro do Fluminense, com 185 gols (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)
Fred se tornou o segundo maior artilheiro do Fluminense, com 185 gols (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)

Flashback: Os dois últimos campeões da Copa Libertadores da América são clubes do Brasil: em 2019, o Flamengo de Jorge Jesus; em 2020, o Palmeiras de Abel Ferreira, em uma final contra o Santos.  Por coincidências, os dois treinadores são portugueses, e apontados como os melhores times brasileiros no momento.

Atualidade: No início da Fase de Grupos, o predomínio dos brasileiros é patente, com exceção do Santos Futebol Clube, que ainda não pontuou no Grupo C da competição. Grupo que, aliás, é considerado “grupo da morte”, formado pelo Alvinegro praiano, Boca Juniors, Barcelona de Guayaquil e The Strongest de La Paz. 

Futuro: A continuar a diferença entre os clubes brasileiros e seus congêneres sul-americanos, a tendência é a de aumentar este gap. Afinal, suas estruturas estão cada vez mais próximas dos clubes europeus, enquanto as dos seus rivais na América do Sul estão defasadas. Apenas os times argentinos ainda conseguem se rivalizar com os brasileiros, porém, a diferença aumenta a cada ano.

Duvidam de minha análise? 

Então acompanhem os resultados da 2ª rodada da competição, que se iniciou na terça-feira (27) e se encerrou na quinta-feira (29) – dia em que o São Paulo jogou no Morumbi contra o Rentistas do Uruguai pelo Grupo E.

Palmeiras arrasa time equatoriano

Rony vem se transformando na arma mais poderosa do ataque do Verdão (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)
Rony vem se transformando na arma mais poderosa do ataque do Verdão (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Foi uma vitória de campeão – de quem acabou de ser e pretende repetir a façanha em breve. O Palmeiras goleou o Independiende del Valle por 5 a 0 na noite de terça-feira (27), no Allianz Parque, e mostrou que jamais deixou de ser um grande candidato a erguer novamente a principal taça do continente. Rony, com dois gols e uma assistência, comandou a grande noite alviverde, que também teve Luiz Adriano, Patrick de Paula e Danilo Barbosa como artilheiros. O tamanho da vitória ganha eco em um acontecimento recente: foi este Del Valle que eliminou o Grêmio na pré-Libertadores, com vitórias nos dois jogos.

Com a goleada, o Palmeiras manteve 100% de aproveitamento na Libertadores, chegou a seis pontos e abriu vantagem na liderança do Grupo A do torneio. O Independiente del Valle tem apenas um atrás do Defensa y Justicia-ARG, que na quarta (28) derrotou o Univeristario do Peru, ainda zerado.

O Palmeiras volta a campo na próxima quinta-feira (29), contra a Inter de Limeira, novamente no Allianz Parque, pelo Paulistão – competição em que corre risco de eliminação precoce. Depois, no domingo (1), segue a maratona: encara o Santo André no Canindé. Pela Libertadores, o próximo compromisso é terça-feira, dia 4 de maio, na Argentina, contra o Defensa y Justicia. Um dia depois, o Independiente del Valle recebe o Universitario do Peru no complemento da terceira rodada do Grupo A.

Internacional derrotou Táchira

Victor Cuesta marca o primeiro gol do Colorado na Copa Libertadores 2021 (Foto: Ricardo Duarte/Internacional)
Victor Cuesta marca o primeiro gol do Colorado na Copa Libertadores 2021 (Foto: Ricardo Duarte/Internacional)

Foi com uma goleada “ao natural” que o Inter se recuperou da derrota na estreia pela Libertadores e divide a liderança do Grupo B com os demais. Goleou o Deportivo Táchira da Venezuela por 4 a 0 na noite de terça-feira (27), no Beira-Rio, pela segunda rodada da competição. Cuesta, Patrick e Thiago Galhardo abriram 3 a 0 ainda no primeiro tempo. Yuri Alberto fechou o placar na etapa final. A decepção aos colorados, porém, ficou com a reestreia de Taison adiada. O atacante foi para o banco de reservas, mas de lá não saiu.

O Inter já lidera o grupo B com os mesmos três pontos do Táchira, do Olimpia e do Always Ready. Mas dorme à frente dos adversários pelo número de gols marcados.

O Inter volta sua atenção para o primeiro jogo da semifinal do Gauchão contra o Juventude, no próximo domingo (1), em Bento Gonçalves. Na quarta-feira (4), recebe o Olimpia no Beira-Rio, pela terceira rodada do Grupo B da Libertadores. O Táchira duela com o Always Ready na Bolívia um dia depois.

Santos corre risco de não se classificar

Santos perde para o Boca Juniors em Buenos Aires e já não conta mais com Soteldo, que se transferiu para a MLS (Foto: Toronto FC)
Santos perde para o Boca Juniors em Buenos Aires e já não conta mais com Soteldo, que se transferiu para a MLS (Foto: Toronto FC)

Começa a se complicar a situação do Santos na Copa Libertadores, mesmo depois de apenas duas rodadas. A derrota por 2 a 0 para o Boca Juniors, na noite de terça-feira (27), na Bombonera, foi mais um capítulo de dias conturbados no Peixe – que vem de estreia ruim na competição internacional, derrotas pelo Paulistão e o pedido de demissão do técnico Ariel Holan. Sob comando do interino Marcelo Fernandes, o Peixe até fez bom primeiro tempo, teve chances de vencer, mas desabou no segundo tempo ao sofrer o gol de Tevez. Carrasco da noite, o veterano de 37 anos, velho conhecido pela passagem no Corinthians, ainda deu a assistência para Villa marcar o segundo e resolver o jogo. Foi o reencontro das equipes pouco mais de três meses depois das semifinais da Libertadores passada – quando o Santos levou vantagem e se classificou para a final.

O Boca pula para seis pontos, e divide a liderança isolada do Grupo C da Libertadores com o Barcelona (seis pontos), enquanto Santos e The Strongest ainda não pontuaram 

Os últimos dias deixaram o Santos sem Soteldo, sem técnico, em situação difícil no Campeonato Paulista e agora já sob risco na fase de grupos da Libertadores. Com Marcelo Fernandes no banco de reservas, o Peixe mostrou força no primeiro tempo, mas caiu no segundo e sofreu a quarta derrota seguida na temporada.

Flu lidera seu grupo

O Fluminense venceu sua primeira partida nesta volta à Libertadores. Com dois gols de Fred, o Tricolor bateu o Santa Fe por 2 a 1 o Estádio Centenário de Armenia, na Colômbia. Giraldo descontou para o time colombiano. Egídio foi expulso a 20 minutos do fim, e o Flu segurou a pressão com um a menos, com direito a milagre de Marcos Felipe nos acréscimos. O jogo foi válido pela segunda rodada do Grupo D da principal competição continental.

Com a vitória, o Fluminense assume a liderança do Grupo D da Libertadores, com quatro pontos conquistados. O Tricolor está empatado com o River Plate, que venceu o Junior Barranquilla também por 2 a 1, em Buenos Aires, em pontos, saldo de gols e gols próprios, mas fica na frente pelo critério de desempate de gols fora de casa. Os colombianos completam a classificação com apenas um ponto cada um até aqui.

Ao balançar as redes duas vezes nesta noite, Fred chegou a 185 gols com a camisa do Fluminense, ultrapassou Orlando Pingo de Ouro e se isolou como o segundo maior artilheiro da história do clube, atrás apenas de Waldo, com 319.

O Tricolor carioca volta a campo no domingo (2) pela semifinal da Taça Guanabara quando enfrenta a Portuguesa no Estádio Luso Brasileiro e depois volta a jogar na Colômbia na quinta-feira (6) contra o Junior Barranquilla.  

Flamengo passou no Maraca

Gabigol foi um dos goleadores do Rubro-Negro carioca na vitória sobre o La Calera (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)
Gabigol foi um dos goleadores do Rubro-Negro carioca na vitória sobre o La Calera (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

O Flamengo goleou o Unión La Calera por 4 a 1, no Maracanã, na noite de terça-feira (27), no segundo jogo da fase de grupos da Libertadores, e segue isolado na liderança do Grupo G. Após um grande primeiro tempo, com gols de Gabigol e Arrascaeta, o Rubro-Negro acabou sofrendo uma queda de rendimento na segunda etapa e viu o time chileno diminuir com Saéz. Mas, após sofrer uma pressão por alguns minutos, o Fla voltou a mandar na partida e fez o terceiro com Gabigol novamente. Antes do fim, Pedro ainda saiu do banco para marcar um golaço de cavadinha em jogada rápida de Vitinho.

Com a vitória, o Flamengo chega aos seis pontos e segue isolado na liderança do Grupo G. Com quatro pontos, o segundo colocado é a LDU, que venceu o Vélez por 3 a 1 – o time argentino é o último colocado. Com apenas um ponto, o La Calera é o penúltimo. Confira a tabela de classificação clicando aqui.

O Flamengo volta a entrar em campo no próximo sábado (30) para enfrentar o Volta Redonda, no Raulino de Oliveira, pela semifinal da Taça Guanabara. Pela Libertadores, o próximo compromisso é na terça-feira (4), contra a LDU, no Casa Blanca, no Equador, pela terceira rodada do Grupo G. No mesmo dia, o La Calera enfrenta o Vélez no Estádio Municipal Nicolás Chahuán Nazar no outro jogo da chave.