Copa Libertadores define os classificados para as quartas de final

0
699
Marinho jogou mal assim como o restante da equipe santista, mas Santos se classificou (Foto: Agência Brasil)
Marinho jogou mal assim como o restante da equipe santista, mas Santos se classificou (Foto: Agência Brasil)

Três brasileiros*, três argentinos*, um uruguaio e um paraguaio são os times classificados para as quartas de final da Copa Libertadores da América. O asterisco se justifica por dois motivos. Faltam ainda confirmar as classificações do Boca Juniors, que deu um grande passo ao derrotar o Internacional em pleno Beira Rio, na quarta-feira (2) e a provável vitória do Grêmio sobre o Guaraní na quinta-feira (3) na Arena Grêmio em Porto Alegre. Infelizmente a edição do AcheiUSA foi fechada antes da realização da partida, mas dificilmente o Tricolor gaúcho perdeu a oportunidade de passar à próxima fase, por ter uma ampla vantagem – ganhou do Guaraní por 2 a 0 no Paraguai – e uma equipe bem superior.

Santos passa às quartas de final, apesar do susto

O Santos está classificado para as quartas de final da Libertadores da América. Na noite de terça-feira (1), na Vila Belmiro, o Peixe perdeu por 1 a 0 da LDU, mas confirmou a vaga por ter vencido a partida de por 2 a 1, no Equador. Critério de desempate na competição sul-americana, os gols como visitante foram salvadores. O time brasileiro foi até melhor na maior parte do jogo, mas não conseguiu transformar em gols as boas chances criadas. A LDU, por sua vez, foi mais eficaz e, inclusive, teve a chance de fazer 2 a 0 e avançar. O Santos contou com a sorte. A equipe brasileira, no fim, se classificou no limite e ainda teve uma confusão generalizada nos acréscimos, com três expulsões. 

Na próxima fase, o Santos vai encarar o vencedor do duelo entre Grêmio e Guaraní, do Paraguai. Os dois times se enfrentam na quinta-feira (3) em Porto Alegre. Na ida, em Assunção, os gaúchos venceram por 2 a 0. As partidas das quartas de final serão realizadas nas próximas duas semanas, com datas a definir.

O Santos volta a campo pela competição nacional no sábado (5) para encarar o rival Palmeiras, na Vila Belmiro, pela 24ª rodada. Ambos têm 37 pontos na tabela e brigam para colar nos líderes.  

Flamengo: surpresa e decepção

William Arão foi herói e vilão na desclassificação do Flamengo da Copa Libertadores da América (Foto: gaveanews.com)
William Arão foi herói e vilão na desclassificação do Flamengo da Copa Libertadores da América (Foto: gaveanews.com)

O Flamengo está eliminado da Libertadores da América. Nos pênaltis, o Racing eliminou o atual campeão na noite de terça-feira (1), no Maracanã. O tempo regulamentar terminou em empate em 1 a 1, mesmo resultado do primeiro jogo. Mas não foi um empate qualquer: foi com gol nos acréscimos do Flamengo, que estava com um a menos desde a metade do segundo tempo. Só que, nos pênaltis, Willian Arão viveu seu enredo particular de herói e vilão, e os argentinos se classificaram para as quartas de final. Ele foi o autor do gol salvador, porém, falhou na série de pênaltis que desclassificou o Rubro-Negro carioca.

Com três semanas de trabalho completadas esta semana, Rogério Ceni já se vê no olho do furação. Foi eliminado pelo São Paulo na Copa do Brasil e agora cai nas oitavas da Libertadores para o Racing, deixando apenas o Brasileirão para ser disputado pela frente. O Flamengo já tem na temporada os títulos da Supercopa do Brasil, da Recopa Sul-Americana e do Campeonato Carioca, mas os três ainda com a cara do trabalho do ano passado sob as rédeas de Jorge Jesus.

O Flamengo agora volta a campo no próximo sábado (5) para fazer o clássico carioca contra o Botafogo,, no Estádio Nilton Santos, pelo Brasileirão.

Classificado para as quartas de final da Libertadores, o Racing agora espera para saber quem será seu adversário: Boca Juniors ou Internacional. A decisão está marcada para o dia 9, na Bombonera,. Com vantagem para a equipe xeneize.

Furacão cai em pé

Furacão é derrotado em Buenos Aires, mas goleiro Bento se destaca pelas grandes defesas (Foto: athletico.com.br)
Furacão é derrotado em Buenos Aires, mas goleiro Bento se destaca pelas grandes defesas (Foto: athletico.com.br)

O River Plate venceu o Athletico por 1 a 0 na noite de terça-feira (1), pela segunda partida das oitavas de final da Libertadores. O gol de pênalti de De La Cruz definiu o resultado em um jogo que o Furacão jogou com 15 desfalques, sem goleiro no banco e Bento fazendo grandes defesas. O primeiro tempo foi de bastante equilíbrio entre os times que acharam boas chances para cada lado, com Athletico demonstrando que não queria fazer figuração em meio às suas deficiências. Os problemas cobraram seu preço no segundo tempo, quando o time mostrou cansaço, abriu espaços e começou a ser pressionado. O jovem goleiro Bento apareceu bem, evitou chutes certeiros, mas não conseguiu defender o pênalti sofrido e cobrado por De La Cruz, que confirmou o resultado de classificação do atual vice-campeão da Libertadores.

O River fica com a vaga depois do empate em 1 a 1 no primeiro jogo e a vitória desta terça. Ele agora enfrenta o Nacional do Uruguai.

O Furacão tem agora apenas o Brasileirão para jogar. O time iniciou uma reação no campeonato depois de figurar na zona de rebaixamento e perdeu para o Palmeiras na última partida. Suas atenções estão voltadas para o jogo contra o Fluminense, neste sábado (5). O Furacão está na 12ª colocação.

Show palmeirense no Allianz Parque

Gabriel Veron, de apenas 18 anos, foi eleito o melhor jogador em campo na goleada do Palmeiras sobre o Delfín (Foto: palmeirasonline.com)
Gabriel Veron, de apenas 18 anos, foi eleito o melhor jogador em campo na goleada do Palmeiras sobre o Delfín (Foto: palmeirasonline.com)

Com mais uma ótima atuação, o Palmeiras está nas quartas de final da Copa Libertadores. Depois de vencer por 3 a 1, no Equador, o Verdão confirmou na quarta-feira (2) o favoritismo ao golear o Delfín por 5 a 0, no Allianz Parque (8 a 1 no placar agregado). A noite foi dos garotos da base: Patrick de Paula fez um golaço, mas saiu lesionado ainda no primeiro tempo. A etapa final foi de Gabriel Veron, com dois belos gols e uma assistência para Willian. Danilo, outro novato, fechou a goleada.

Patrick de Paula fez exames para saber a gravidade do problema que teve na coxa direita. O volante fez um golaço contra o Delfín, mas deixou o campo nos minutos finais do primeiro tempo. Ao dar uma arrancada para o ataque, o garoto sentiu dores no local e caiu no gramado. Ele deixou o campo de maca, chorando.

A goleada também colocou o Palmeiras como o melhor ataque desta edição da Copa Libertadores. O Verdão soma agora 25 gols, dois a mais do que o River Plate, também classificado às quartas depois de eliminar o Athletico.

O adversário do Palmeiras nas quartas de final da Libertadores será o Libertad, do Paraguai, que venceu o Jorge Wilstermann, da Bolívia, de novo e avançou.

O Palmeiras volta agora a pensar no Campeonato Brasileiro, competição em que tenta se aproximar dos líderes. O Verdão faz o clássico contra o Santos, sábado (5), na Vila Belmiro.

Inter é derrotado em casa e se complica

Carlos Tevez faz o gol da vitória do Boca Juniors sobre o Internacional e homenageia Diego Armando Maradona (Foto: goal.com)
Carlos Tevez faz o gol da vitória do Boca Juniors sobre o Internacional e homenageia Diego Armando Maradona (Foto: goal.com)

Atuação apagada de Carlitos tem momento de brilho no Beira-Rio. Mas se transformou em herói. Carlos Tévez precisou de apenas uma chance para fazer o gol da vitória do Boca Juniors sobre o Inter em Porto Alegre, na noite chuvosa de quarta-feira (2), no primeiro jogo das oitavas de final da Libertadores. Justo o camisa 10 que tanto sofreu com a morte do ídolo Maradona. A comemoração não teria menos que uma homenagem ao Pibe. Já o Colorado resumiu-se a um mero coadjuvante, com duas oportunidades perdidas.

O Boca leva a vantagem do empate para o segundo jogo, na quarta-feira (9), na Bombonera. Ao Inter restará uma vitória por dois gols de diferença. Se devolver o placar desta noite, a decisão vai para os pênaltis. Devido ao saldo qualificado, o time gaúcho também fica com a vaga se fizer 2 a 1, 3 a 2, assim por diante.

Antes de se reecontrarem, Inter e Boca entram em campo pelos campeonatos nacionais no domingo (6). O Colorado enfrenta o Atlético-MG no Mineirão e os xeneizes visitam o Talleres.

Tabela das quartas de final

Os duelos para definir os semifinalistas ficaram definidos desta maneira:

  • Santos x Grêmio ou Guaraní
  • Racing x Boca Juniors ou Internacional
  • Palmeiras x Libertad
  • River Plate x Nacional

Empate sem gols e sem emoções no Ceará

Fortaleza e Corinthians empataram por 0 a 0 na noite de quarta-feira (2), na Arena Castelão, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida, fraca tecnicamente, não teve muita emoção. Longe disso. Mas teve polêmica. O Timão reclamou muito de um pênalti em cima de Gabriel no segundo tempo. Na reta final do jogo, Jô levou o cartão vermelho, mas o Leão parou em Cássio (o melhor em campo), não conseguiu aproveitar a vantagem no número de jogadores para construir a vitória e ainda teve Bruno Melo expulso no último minuto. A igualdade sem gols, no fim, representou bem o que as duas equipes apresentaram em campo. Depois do apito final, jogadores de Fortaleza e Corinthians se estranharam no túnel para os vestiários.

O empate leva Fortaleza e Corinthians aos 30 pontos, em nono e décimo lugar, respectivamente. Porém, ambos podem ser ultrapassados por outras equipes na tabela, pois eles são os únicos a ter disputado 24 partidas pelo Brasileirão.

O Fortaleza volta a campo no dia 12 de dezembro contra o Red Bull Bragantino, no interior paulista. Já o Corinthians joga só no dia 13 contra o rival São Paulo, na Neo Química Arena. Os dois jogos são válidos pela 25ª rodada.

Cruzeiro vence clássico mineiro pela Série B

O Cruzeiro, mais uma vez, fez boa partida fora de casa. E, após vencer a líder Chapecoense, também derrotou o vice-líder, América-MG. Ambos como visitante. Rafael Sobis (pênalti) e Manoel marcaram para a Raposa, enquanto Anderson Jesus descontou para o Coelho no placar de 2 a 1. O resultado mantém a chama acesa, ainda que distante, da ambição pelo acesso cruzeirense. O rival americano continua na segunda posição da Série B do Brasileiro.

O América-MG saiu na bronca com a arbitragem. E com razão. A arbitragem deixou de marcar pênalti no lance em que a bola bateu na mão do volante Adriano da Raposa e apontou infração de Messias em William Pottkerem um choque não faltoso, que resultou no pênalti marcado por Rafael Sobis. Por causa das reclamações, o técnico Lisca foi expulso.

Na 26ª rodada, o América-MG visita o CSA, sábado (5) em Maceió. O time continua em segundo lugar, com 44 pontos. A vitória fez o Cruzeiro subir uma posição. Agora está em 15º lugar com 31 pontos. Também no sábado encara o Brasil de Pelotas no Mineirão.

Mais um brasileiro na Fórmula 1

Pietro Fittipaldi substitui Roman Grosjean no Grande Prêmio de Sakhir (Foto: Hass Team)
Pietro Fittipaldi substitui Roman Grosjean no Grande Prêmio de Sakhir (Foto: Hass Team)

Trigésimo-segundo piloto brasileiro na história da Fórmula 1, Pietro teve uma carreira marcada por títulos e reviravoltas antes de finalmente ganhar uma chance de disputar uma corrida na principal categoria do automobilismo, no próximo fim de semana, no GP de Sakhir. Neto do bicampeão Emerson Fittipaldi, Pietro é o quarto representante da família na F1.

Além de Emerson, também correram na categoria o irmão Wilsinho e o sobrinho Christian. Com Pietro, os Fittipaldi superam a família Villeneuve, que teve Gilles, Jacques (seu irmão) e Jacques (seu filho). Até hoje na F1, por duas vezes pai e filho se sagraram campeões: Graham e Damon Hill e Keke e Nico Rosberg. Outra família famosa na F1 é a dos irmãos Michael e Ralf Schumacher.

Nascido em 25 de junho de 1996, em Miami, nos Estados Unidos, Pietro Fittipaldi da Cruz iniciou sua carreira em solo americano, no kart. Depois, deu seus primeiros passos no automobilismo de competição no próprio país.

Ele substitui Roman Grosjean, protagonista de um dos mais espetaculares acidentes automobilísticos na categoria. O piloto francês se salvou e teve apenas queimaduras leves.

Despedida da Fórmula 1?

Grosjean, de 34 anos, não permanecerá na Haas em 2021. Ele e o atual companheiro de equipe Kevin Magnussen não tiveram os contratos renovados e serão substituídos pelo russo Nikita Mazepin, já confirmado, e muito provavelmente pelo alemão Mick Schumacher. Como deixará a F1 e, pela idade adiantada, provavelmente não voltará a correr na categoria, Grosjean quer a todo custo fazer uma última corrida em Abu Dhabi.

Ainda no dia do acidente, Romain Grosjean postou nas redes sociais um vídeo no qual dizia estar se sentindo bem e destacou a eficiência do Halo, dispositivo de segurança implantado na F1 em 2018 e que ele próprio havia criticado na época.

Na segunda-feira (30), o piloto da Haas agradeceu aos comissários de pista e responsáveis pelo atendimento, sobretudo o médico oficial da F1, Ian Roberts, e o piloto do carro médico Alan van der Merwe.

Outro Schumacher na F1

Mick Schumacher, filho de Michael, tem a responsabilidade de manter a tradição da família na Fórmula 1, após sua contratação para a temporada 2021 (Foto: Hass Team)
Mick Schumacher, filho de Michael, tem a responsabilidade de manter a tradição da família na Fórmula 1, após sua contratação para a temporada 2021 (Foto: Hass Team)

Aos 21 anos, Mick vem da Fórmula 2. Líder da temporada com 205 pontos, tem 14 de vantagem em relação ao segundo colocado, o britânico Callun Ilot. Para ficar com o título, o alemão (Prema Racing) precisa apenas chegar à frente do adversário (Virtuosi Racing) nas provas que faltam, ambas a serem disputadas no próximo fim de semana no Barein.

“O alemão Mick Schumacher se junta à Haas como parte da nossa nova dupla de pilotos para a temporada 2021 de F1”, publicou a equipe americana.