Cuba in the USA

0
2309

Até os anos 50, Miami era uma cidade com pouca influência em termos nacionais e Miami Beach era o destino preferido dos aposentados que fugiam do inverno rigoroso do Norte dos Estados Unidos e podiam viver (e morrer) em um local com clima ameno e a tranquilidade de não precisar sair do país. Ou seja, conseguiam unir as vantagens de estar em seu próprio país e gozar de todos benefícios como cidadãos Americanos.

A partir dos anos 60, no entanto, após a revolução que colocou Fidel Castro no poder em Cuba, isto começou a mudar. Os cubanos insatisfeitos com os novos rumos de seu país começaram a se mudar para os Estados Unidos em busca de um recomeço. Miami, pela proximidade, foi a cidade escolhida para receber a maioria dos novos imigrantes. Houve até mesmo o projeto Peter Pan no qual os pais enviaram seus filhos para os EUA a fim de livrá-los das agruras da ditadura castrista.

Desse modo, área compreendida por Miami, Miami Beach e todo Sul da Flórida passou paulatinamente a vivenciar os hábitos e os costumes que os cubanos trouxeram para cá – foi a maneira encontrada por eles para abrandar a saudade da terra natal.

A fim de preservar as origens, surgiu Viernes Culturales (Sextas-feiras Culturais), uma organização não governamental que promove um festival de arte, música e cultura todas as últimas sextas-feiras do mês, no coração de Little Havana – o bairro que mais simboliza o êxodo cubano nos EUA. O festival abrange a Calle Ocho (8th Street) entre 13th e 17th Avenues, das 7 às 11 horas da noite.

A ideia dos Viernes Culturales surgiu no Departamento de Planejamento da cidade de Miami com apoio da Comissão da cidade de Miami, em parceria com Câmara de Comércio Latina, comerciantes, moradores, e líderes comunitários. O Programa da Vizinhança de Little Havana recomendou que nestas sextas-feiras fossem reunidas atividades culturais e eventos que incluem mostras de arte, dança, música, poesia, teatro, cinema e tours históricos pelo bairro, com o objetivo de promover e preservar a rica cultura de Little Havana, que pontifica como ápice da diaspora cubana nos EUA. A primeira Viernes Culturales foi realizada em 26 de maio de 2000 com a presença de 2.000 pessoas. Nestes 17 anos, o evento cultural já entrou no calendário anual da cidade.

Portanto, Viernes Culturales é direcionado para aqueles que apreciam artes e cultura. O público que comparece ao local é multicultural e representa a diversidade étnica da comunidade do Sul da Flórida. Aqueles que adoram música ao vivo, dançar sob a luz das estrelas, galerias de arte, partidas de dómino, confecção de charutos, artesanato local e, claro, a deliciosa culinária cubana que pode ser encvontrrada em diversos bons restaurantes localizados na área.

Para quem quiser curtir tudo que Cuba tem de bom sem precisar visitar a ilha – que fica bem perto da Flórida, aliás -, Viernes Culturales na Calle Ocho é um programa obrigatório. Sentir e participar da vida cultural e da jovialidade do povo cubano é uma maneira de viajar para outro país sem ter de usar o passaporte.