Depois de blitz do ICE em fábrica no Tennessee, imigrantes vivem com medo

Ação prendeu 97 trabalhadores sem autorização em fábrica na zona rural; mais de 500 crianças da pequena cidade deixaram de ir para a escola

0
3574
ICE prendeu mais de 90 trabalhadores em fábrica
ICE prendeu mais de 90 trabalhadores em fábrica

Em uma ação classificada como ‘uma das mais agressivas dos últimos tempos’ por advogados e organizações pró-imigrantes, o U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE) prendeu 97 trabalhadores indocumentados em uma fábrica em Bean Station, Tennessee, na semana passada.

A ação, em parceria com o IRS, pegou todos de surpresa. Os agentes chegaram com um mandado de busca e apreensão a partir de uma denúncia contra a fábrica, que empregava diversos trabalhadores sem documentação.

“Testemunhas disseram que os agentes chegaram abruptamente ao local e mandaram as pessoas levantarem as mãos. Eles revistaram um por um e sem mesmo perguntar nada, jogaram as pessoas nos carros, alguns algemados”, disse Stephanie Teatro, de uma organização pró-imigrante do Estado.

De acordo reportagem divulgada pela CNN, no dia depois da ação, mais de 500 alunos da região simplesmente não foram para a escola por medo. Segundo a professora Jessica Bailiff, muitos voltaram às aulas esta semana, mas a comunidade está com medo. “Só consigo ver tristeza e lágrimas no rosto dessas crianças, que têm medo de os pais serem deportados”.

A cidade é formada em grande parte por imigrantes. Hoje, os filhos desses imigrantes presos estão fazendo vigílias e orações. Líderes da comunidade, como professores, religiosos e advogados estão unidos para tentar ajudar as famílias dessas pessoas presas.

O ICE informou em comunicado que, das 97 pessoas presas, 11 tinham antecedentes criminais, 54 estão detidas por estarem sem documentos e 32 foram liberadas. (Com informações da CNN)