Eleitores republicanos apóiam legalização de imigrantes ilegais

0
1194

Resultado da pesquisa realizada pelo Manhattan Institute surpreende especialistas

Os eleitores republicanos são sempre pintados como anti-imigrantes e favoráveis à aplicação da lei contra os ilegais que vivem nos Estados Unidos. Isto é verdade, mas não completamente. Segundo o Tarrance Group, que efetuou a pesquisa encomendada pelo Manhattan Institute no período entre 2 e 5 de outubro, o resultado da pesquisa surpreendeu.

Ao contrário do que muitos imaginam, os eleitores republicanos são fortemente favoráveis à legalização dr todos imigrantes ilegais que vivem no país. Mais ainda, acreditam que esta reforma teria um impacto positivo sobre o Congresso e o presidente Bush. Setenta e cinco por cento dos pesquisados disseram que apóiam a reforma da legislação desde que sejam destinados recursos para aumentar a segurança na fronteira; sejam impostas penalidades mais duras para os empregadores que contratarem ilegais; seja criado um sistema no qual os imigrantes ilegais possam registrar-se, pagar uma multa e receber uma autorização temporária de trabalho, e dê aos trabalhadores temporários um caminho para se obter a cidadania, desde que preenchidos certos requisitos como não ter cometido nenhum crime, dominar o inglês e pagar impostos.

Setenta e cinco por cento dos pesquisados disseram que, se fossem membros do Congresso, apoiariam esta proposta. Em contrapartida, somente 56% disseram que apoiariam a proposta de imigração que criaria um programa sem acesso à cidadania.

Essa nova pesquisa de opinião pública confirma que os eleitores republicanos pensam não ser possível deportar os imigrantes ilegais que já vivem no país e não são favoráveis apenas à ação policial contra os imigrantes, discurso pregado pelos conservadores linha dura. Em vez disto, a maioria dos eleitores republicanos querem soluções realistas para lidar com os futuros imigrantes e com os milhões de indocumentados que já estão nos Estados Unidos.