Em comunicado, ICE alerta que não faz blitz aleatórias para procurar indocumentados

“O ICE tem recursos limitados e seu foco são pessoas que representam ameaça para a sociedade”; batidas em trânsito são conduzidas pelo Border Patrol e não pelo ICE

0
2215
ICE afirma que não conduz blitz aleatórias (Foto Divulgação ICE)

O U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE) divulgou um comunicado na última semana informando que não realiza blitzen aleatórias para procurar por imigrantes indocumentados. As blitzen, como a que divulgamos na semana passada em New Hampshire, são conduzidas pelo U.S. Customs and Border Protection (CBP), por agentes do Border Patrol.

“Postagens nas mídias sociais têm afirmado que o ICE está realizando blitzen aleatórias em eventos, festas e shows e isso é categoricamente falso, com o único intuito de provocar medo na comunidade. O ICE, com seus recursos limitados, tem como foco em prender estrangeiros e pessoas que representem risco para a sociedade e à segurança pública. O ICE não desperdiça recursos sem ter uma investigação por trás da prisão, portanto, não para pessoas aleatoriamente. As nossas estatísticas revelam isso claramente. Nacionalmente, mais de 90% das pessoas presas pelo ICE tinham pendências na Justiça”, diz o comunicado.

Essas pendências são ordem de deportação em aberto, prisão por razões diversas, pendências na Justiça, reentrada no País depois de ter sido deportado, entre outras.

Imigrantes indocumentados devem reportar crimes

O ICE também lembra que imigrantes indocumentados não precisam ter medo de reportar crimes à polícia. “A Seção 101 (a) (15) (U) da Lei de Imigração e Nacionalidade fornece autoridade legal para um não cidadão que denuncie um crime qualificado às autoridades locais e ajude na prisão do criminoso, possa se tornar elegível para solicitar autorização para permanecer nos Estados Unidos”.

O órgão federal informa que o ICE não prende nenhum imigrante indocumentado vítima de crime. Na verdade, as leis federais proíbem o ICE e outras agências do Departamento de Homeland Security de tal ato.