Em protesto contra a política de imigração, mulher tenta subir na Estátua da Liberdade em NY

Estátua símbolo da cidade de New York ficou fechada por horas no dia do feriado mais importante para os americanos, o Dia da Independência; sete manifestantes foram detidos

0
1346
Imagem retirada de vídeo mostra policiais tentando convencer mulher a descer da base da Estátua da Liberdade
Imagem retirada de vídeo mostra policiais tentando convencer mulher a descer da base da Estátua da Liberdade

Em protesto contra as políticas imigratórias do governo Trump, uma mulher tentou subir na Estátua da Liberdade em New York, deixando o monumento fechado por horas no dia do feriado mais importantes para os americanos: o 4th of July.

Quarenta pessoas estavam manifestando no local e sete manifestantes foram detidos protestando aos pés da estátua, mas somente a mulher chegou a subir nos pés do monumento símbolo da cidade de NY. Eles seguravam cartazes pedindo o fim do U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE) e a libertação de crianças separadas dos pais na fronteira.

Turistas foram retirados de Liberty Island, a ilha onde fica a estátua. O local estava cheio por causa do feriado.  Policiais colocaram uma escada para chegar ao ponto onde a mulher estava caminhando e ela chegou a se sentar. Durante duas horas eles tentaram convencê-la a sair dali, mas ela disse que só desceria quando “todas as crianças fossem libertadas”.

Usando cordas e equipamento para escalar, policiais chegaram até ela e a conduziram até o local onde estava a escada, por onde a mulher, identificada como Therese Okoumou, foi forçada a descer e foi presa em seguida.

“Não foi planejado”

A manifestação foi organizada pela ONG ‘Rise and Resist’, que afirmou que não tinha ideia que Therese subiria na estátua. “Nós não sabemos se ela tinha planejado isso antes ou se foi algo de momento”, disse o organizador do protesto, Jay Walker.

Imagem: AP