Empate entre Flamengo e Vasco adia título

0
3814
Éverton Ribeiro foi o autor do gol mais rápido do Campeonato Brasileiro (Foto: Alexandre Vidal, Marcelo Cortes e Paula Reis/Flamengo)
Éverton Ribeiro foi o autor do gol mais rápido do Campeonato Brasileiro (Foto: Alexandre Vidal, Marcelo Cortes e Paula Reis/Flamengo)

Que o Flamengo será campeão brasileiro de 2019 ninguém duvida. A questão que fica é em qual rodada o Rubro-negro carioca erguerá a taça. Pelo menos, a ideia de ir como campeão brasileiro para Lima disputar a final da Copa Libertadores da América não se concretizou.

O grande responsável pelo adiamento do título flamenguista é o arquirrival Vasco da Gama. Em um jogo memorável e considerado o melhor do Campeonato Brasileiro até aqui, Vasco e Flamengo justificaram o epíteto de Clássico dos Milhões. O placar final de 4 a 4, por si só, resume a torrente de emoções que tomou conta do Maracanã na noite de quarta-feira, 13 de novembro, em jogo adiantado válido pela 34ª rodada do Brasileirão. Este jogo estava programado para o dia 24 de novembro, no entanto, como o Flamengo jogará a final da Copa Libertadores da América no dia 23 de novembro, em Lima, contra o River Plate, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) antecipou a partida.

Por incrível que pareça, esse adiantamento foi feito sob medida. O jogo único se transformou na maior atenção do futebol brasileiro neste meio de semana e os dois rivais proporcionaram um espetáculo fantástico para os quase 50 mil torcedores no Maracanã e para os milhões que assistiram à partida pela televisão.

Após os salamaleques oficiais, coube ao Flamengo dar o primeiro pontapé na bola e iniciar o jogo. Em um ataque rápido comandado pelo jovem Reinier, o garoto envolveu a zaga vascaína e a bola sobrou livre para Everton Ribeiro marcar o gol de abertura de contagem aos 38 segundos, naquele que se tornaria o gol mais rápido da competição.

Quem estava no estádio ou vendo o jogo pela TV vaticinou uma goleada flamenguista. Ora, com uma equipe bem superior à do adversário e com apoio de sua fanática torcida todos previam uma noite sombria para os vascaínos. Porém, pouco a pouco, o Vasco da Gama foi equilibrando a partida e evitando o futebol total do Flamengo. Pelo contrário, era visível que a melhor equipe em campo era a cruzmaltina. 

Depois de algumas estocadas, com direito a uma bicicleta de Rossi que quase empata o jogo, o Vasco chegou ao empate em uma ótima troca de passes que culminou com a bomba de Marrony. Em outra jogada pela direita, Yago Pikachu driblou a dupla de zaga do Flamengo e foi derrubado dentro da área por Rodrigo Caio. Pênalti indiscutível que o próprio Pikachu cobrou com perfeição para colocar o Vasco à frente. Quando tudo indicava que o Flamengo iria para o vestiário em desvantagem, o árbitro Wilton Pereira Sampaio assinalou uma falta discutível de Raul sobre Gerson. Gabigol serviu Rafinha na direita. O lateral fez um cruzamento para a área, porém, a bola bateu na perna de Danilo Barcelos e tirou Fernando Miguel da jogada. O árbitro confirmou gol contra do lateral vascaíno.

Jorge Jesus voltou com Arrascaeta no lugar de Reinier, que desapareceu da partida, após sua primeira arrancada. Isto demonstrou claramente seu desejo de liquidar a partida. No entanto, quem voltou a marcar foi o Vasco da Gama através de Marcos Junior aproveitando um bom cruzamento de Rossi.

Bruno Henrique tinha uma atuação discreta na partida, mas, foram de seus pés que saíram os dois gols da virada do Flamengo. O gol de empate nasceu de um contra-ataque mortífero, após Richard desperdiçar uma boa chance de ampliar o placar a favor do Vasco. Na sequência, Arrascaeta tocou para Bruno Henrique, recebeu de volta e serviu o atacante que definiu com precisão junto ao travessão. 

Com Vitinho em campo no lugar de Gerson, que claramente forçou o cartão amarelo, para não enfrentar o Grêmio, surgiu o quarto gol do líder. Vitinho driblou seus marcadores e cruzou para a área, Gabigol disputou com os zagueiros e a bola sobrou limpa para Bruno Henrique encher o pé e marcar seu 17º gol no campeonato.

Quando tudo parecia definido, o centro-avante Ribamar, que havia substituído Marrony, marcou de cabeça nos acréscimos e deu números finais ao placar: 4 a 4! O gol de empate fez justiça ao Vasco da Gama de Vanderlei Luxemburgo que soube enfrentar o poderoso Flamengo de igual para igual e foi premiado com um ponto conquistado diante do time mais demolidor da competição.

Com 43 pontos obtidos e em 10º lugar, o Vasco está praticamente garantido na Série A de 2020 e na segunda-feira (18) faz um confronto direto com o Goiás, 11º colocado com um ponto a menos. O jogo está marcado para o estádio de São Januário e o Cruzmaltino é favorito. Já o Flamengo vai a Porto Alegre enfrentar o Grêmio no domingo (17) e Jorge Jesus provavelmente usará uma equipe alternativa, pois estará de olho na decisão da Copa Libertadores da América no outro final de semana. No Brasileirão, o Flamengo foi a 78 pontos, 11 a mais do que o vice-líder Palmeiras.

Impressionante é a artilharia do Flamengo. O Rubro-negro carioca marcou 72 gols em 33 rodadas – isto significa mais de dois gols por jogo. Gabigol (21 gols) e Bruno Henrique (17 gols), artilheiro e vice do Brasileirão marcaram 38 gols – isto é mais do que o 5º colocado São Paulo (32 gols), o 7º colocado Internacional (37 gols) e o 8º colocado Corinthians (36 gols) marcaram em 32 partidas.

Sport vence e adia título de Bragantino

Não foi só o Vasco que colocou água no chopp. Na Série B, também poucos duvidam que o Bragantino será o campeão. Entretanto, a vitória do Sport por 2 a 0 sobre o Botafogo em Ribeirão Preto manteve a distância de 8 pontos entre o líder e o vice-líder, faltando apenas três rodadas. Bragantino lidera o certame com 71 pontos e o Rubro-negro pernambucano tem 63 pontos.

Além de Bragantino e Sport, outras sete equipes lutam pelas outras duas vagas disponíveis para o acesso à Série A: Coritiba e Atlético-GO (57 pontos), América-MG (55 pontos), Paraná (54 pontos), CRB (51 pontos), Cuiabá (50 pontos) e Operário-PR (49 pontos),

Na parte de baixo da tabela, o lanterna São Bento, com apenas 30 pontos, está virtualmente rebaixado. Também se encontram no Z4, Londrina (35 pontos) Criciúma e Vila Nova, ambos com 34 pontos. 

Wesley Moraes, o novo atacante da Seleção Brasileira

O pouco conhecido Wesley Moraes é uma das novidades na lista de convocação do técnico Tite para os últimos amistosos da Seleção Brasileira em 2019 (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)
O pouco conhecido Wesley Moraes é uma das novidades na lista de convocação do técnico Tite para os últimos amistosos da Seleção Brasileira em 2019 (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Grande, forte, mas muito rápido, como ele gosta de frisar. Na terça-feira (12), o atacante Wesley Moraes, chamado para o lugar de David Neres na Seleção Brasileira, se apresentou para a torcida como jogador do time de Tite.

Wesley deixou o Brasil ainda adolescente e sem atuar por equipes grandes no cenário nacional. Na Europa desde os 15 anos, disputou algumas competições com o Atlético de Madrid, passou pela Eslováquia, mas se destacou mesmo foi no Club Brugge, da Bélgica. Com orgulho, ele apresentou suas estatísticas no clube. “Foram mais de três anos por lá, com direito a 130 jogos disputados, 38 gols marcados e assistências. Até aqui foi o grande clube da minha vida”, definiu.

Aos 22 anos, Wesley foi a contratação mais cara da história do Aston Villa, clube que disputa a Premier League, a primeira divisão inglesa. Fã de Ronaldo Fenômeno, o atacante impressiona a todos com seus 1,92m de altura e um porte físico de respeito. Outra característica que chama atenção é o seu caminhar, isso por conta de uma diferença considerável de tamanho entre as pernas. No entanto, não é nada que tire seu sono.

“Minha perna esquerda é maior que a direita três centímetros. Já tentei botar palmilha, mas, meu corpo não se adaptou. Porém, creio que isso não muda em nada, se mudasse eu não estava aqui. É como o Garrincha. Garrincha deu certo, né?”, brincou Wesley.

Junto com o restante da Seleção Brasileira, ele se prepara para enfrentar a Argentina na próxima sexta-feira (15). A partida será realizada em Riade, na Arábia Saudita. “É o maior clássico do mundo. Espero que a gente faça uma boa preparação e saia de lá com a vitória. Tive a chance de ser convocado, espero mostrar o meu trabalho para poder ter mais oportunidades”, finalizou.

Depois de enfrentar a Argentina na Arábia Saudita, a Seleção Brasileira volta para Abu Dhabi, local do confronto com os coreanos, na terça-feira (19). A equipe encerra o ano contra a Coreia do Sul. No ano que vem, começam as Eliminatórias da Conmebol para a Copa do Mundo no Catar em 2022.

Confira a Seleção Brasileira para os últimos amistosos de 2019:

• Allison (Liverpool)

• Danilo (Juventus)

• Thiago Silva (PSG)

• Marquinhos (PSG)

• Casemiro (Real Madrid)

• Alex Sandro (Juventus)

• Richarlison (Everton)

• Arthur (Barcelona)

• Gabriel Jesus (Manchester City)

• Lucas Paquetá (Milan)

• Philippe Coutinho (Bayern de Munique)

• Daniel Fuzato (Roma)

• Felipe (Atlético Madrid)

• Éder Militão (Real Madrid)

• Douglas Luiz (Aston Villa)

• Renan Lodi (Atlético Madrid)

• Fabinho (Liverpool)

• Wesley Moraes (Aston Villa)

• Willian (Chelsea)

• Roberto Firmino (Liverpool)

• Rodrygo (Real Madrid)

• Emerson (Chelsea)

• Santos (Athletico-PR)

Sub 23 disputa torneio preparatório

O técnico André Jardine tem a responsabilidade de classificar a Seleção Brasileira Sub 23 para os Jogos Olímpicos de Verão Tóquio 2020 (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)
O técnico André Jardine tem a responsabilidade de classificar a Seleção Brasileira Sub 23 para os Jogos Olímpicos de Verão Tóquio 2020 (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

A Seleção Brasileira Olímpica, do treinador André Jardine, estreou na quinta-feira (14) no Torneio de Tenerife, na Espanha, que termina em 19 de novembro de 2019. É o último torneio, antes do Pré-Olímpico da Colômbia, de janeiro a fevereiro do ano que vem, competição que dará duas vagas diretas para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020.

Estão previstos treinamentos e duas partidas, em Gran Canaria, uma das Ilhas Canárias, território espanhol. No dia 14 de novembro, o Brasil enfrentou os Estados Unidos e venceu com gol de Matheus Cunha. Na outra chave, jogaram Argentina x Chile. Os perdedores disputam o 3º lugar e os vencedores jogam a Final, no dia 17. Os confrontos serão realizados no Estádio Gran Canaria, em Las Palmas.

CONVOCAÇÃO PARA O TORNEIO DE TENERIFE
GOLEIROS
Anderson (Athletico)
Ivan (Ponte Preta)
Phelipe (Grêmio)
LATERAIS
Dodô (Shakhtar Donetsk – Ucrânia)
Guga (Atlético Mineiro)
Ayrton (Spartak Moscow – Rússia)
Caio Henrique (Fluminense)
ZAGUEIROS
Ibañez (Atalanta – Itália)
Lyanco (Torino – Itália)
Rodrigo (Portimonense – Portugal)
Walace (São Paulo)
MEIO-CAMPISTAS
Bruno Guimarães (Athletico-PR)
Lucas Fernandes (Portimonense – Portugal)
Matheus Henrique (Grêmio)
Pedrinho (Corinthians)
Thiago Maia (Lille – França)
Wendel (Sporting – Portugal)
ATACANTES
Douglas Augusto (Athletico-PR)
Artur (Bahia)
Gabriel Martinelli (Arsenal – Inglaterra)
Matheus Cunha (RB Leipzig – Alemanha)
Paulinho (Bayer Leverkusen – Alemanha)
Pedro (Fiorentina – Itália)