Empresários brasileiros são os novos sócios do Catch e SL Club

0
2277

Joselina Reis

A noite em Miami vai ter um sabor todo brasileiro a partir de agora. Os empresários Beto Biscaia e Marcus Santos(foto) são os novos sócios do badalado restaurante Catch e do SL Club, um clube privado onde celebridades e convidados VIPs podem festejar a noite.

Biscaia preferiu não revelar valores do investimento, mas garante que a sua empresa a “B Cool” já tem planos para levar a marca Catch para o Brasil. “ Com a sociedade ganhamos a possibilidade de levar a marca para o Brasil, agora vamos buscar novos parceiros. Tem tudo para ser um novo sucesso no nosso país”, adianta.

O Catch restaurante, famoso pelo menu de frutos do mar, é um local reservado e prima pela excelência na comida. O local também é reconhecido mundialmente por ser comandado pelo chef executivo Hung Huynh, vencedor do prêmio Top Chef do canal Bravo, já o SL Miami, segue a linha do nightclub homônimo de Nova York. A marca é de propriedade do famoso grupo de entretenimento dos EUA, EMM Group, de NY.

Biscaia conta que a parceria com a rede ainda deve render outros empreendimentos em Miami, sempre pela mão dos dois brasileiros, os novos donos da noite na cidade. O ramo não é novidade para esses dois jovens empreendedores, trabalhando com concierge de luxo, Beto e Marcus atendem muitas celebridades e VIPs, tanto brasileiros e estranjeiros.

A empresa dos dois “B Cool” está no ramos de entretenimento desde 2005 sempre oferecendo facilidades para os VIPs transitarem em Miami. A receita do sucesso da empresa, lembra ele, está no tratamento que dispensa aos clientes. “Para ter sucesso nesse ramo você precisa saber um pouco da cultura do seu cliente. Para os brasileiros, por exemplo, cada região tem seu estilo e é preciso aprender de tudo um pouco e fazer a vontade de seu cliente”, lembra o paulista que desde da época de escola era o primeiro a organizar os eventos dos colegas.

A experiência nas festinhas da escola deu rumo para uma carreira monetariamente vantajosa para Beto Biscaia. Foi isso que atraiu seu sócio, o ex-jogador de volei Marcus Vinicius dos Santos a se juntar à “Be Cool”em 2009. “Hoje jogar é um hobby saudável. Financeiramente valeu muito a pena a troca das quadras de areia para as festas da noite. Não tem como comparar”, conta.

A vida de empresário da noite, lembra Marcus é mais intensa do que o público pensa. “A gente trabalha antes, durante e depois de cada evento”, explica.