Está na hora de eleger Neymar como melhor do mundo?

0
964
Neymar ou Lewandowski: quem será eleito o melhor do mundo nesta temporada?
Neymar ou Lewandowski: quem será eleito o melhor do mundo nesta temporada?

Finalmente, o PSG chegou a uma final de Champions League. Nasser Al-Khelaifi, CEO do grupo do Qatar Sports Investments, assumiu a equipe do Paris Saint German com o objetivo de torná-lo campeão europeu. Antes de se tornar um executivo relacionado ao futebol, Nasser Al-Khelaifi foi tenista profissional – de poucos resultados, é verdade – e chegou a representar o Qatar por diversas vezes nas quadras na Copa Davis. Amigo pessoal de Tamim bin Hamad al-Thani, atual Emir do Qatar, Al-Khelaifi comanda o PSG desde 2011, quando o fundo do Qatar Sports Investments comprou 70% da equipe francesa – a aquisição completa foi finalizada em 2012. Desde então, a equipe faturou o tri-campeonato na liga francesa, além de uma Copa da França. Dados de 2015 apontam que o fundo de investimento soberano do Qatar tem ativos na casa dos $256 bilhões.

O elenco do PSG está entre os mais caros do mundo: com valor de € 800 milhões. Al-Khelaifi é, definitivamente, um homem dos esportes. Além do PSG e do Qatar Sports Investments – fundo de investimentos que assinou com o Barcelona em 2010 um acordo de patrocínio de 6 anos e £123,4 milhões -, o executivo é presidente da Federação de Tênis do Qatar e CEO da beIN Media Group, grupo de mídia que nasceu do braço esportivo da rede Al Jazeera.

Com tanto dinheiro, não é de se estranhar que o time tenha chegado à final da Champions League, pois tem no elenco Neymar, Mbapee, Di Maria, Icardi, Marquinhos, Thiago Silva, Draxler, entre outros. O técnico é o alemão Thomas Tuchel.

O PSG carimbou sua ida à final com um categórico 3 a 0 sobre o Red Bull Leipzig, com gols de Marquinhos, Di Maria e Bernat, e com uma ótima exibição de Neymar – candidato ao tíitulo de melhor jogador de futebol do mundo.

Bayern de Munique é bicho papão?

Para alcançar seu objetivo, o PSG terá de superar o jogo coletivo do Bayern de Munique que vem praticando um futebol prático e eficiente. Na semifinal, a equipe alemã bateu o Lyon por 3 a 0 (dois gols de Gnabry e um de Lewandowski) e carimbou sua passagem para a final. Entretanto, a partida mais marcante dos bávaros foi diante do outrora poderoso Barcelona. O Bayern de Munique humilhou o time catalão com sonoros 8 a 2, instaurando uma crise na equipe blaugrana. O resultado provocou a queda do técnico Chique Setien e o anúncio do presidente Josep Maria Bartomeu de que haverá uma reformulação na equipe espanhola.

Embora Bartomeu queira a permanência de Messi, são fortes os rumores de que o craque argentino está de malas prontas para desembarcar em Milão, onde atuaria pela Internazionale (finalista da Copa Europa ao lado do Sevilla). A Internazionale foi adquirida pelo Suning Holdings Group. A holding chinesa investiu € 270 milhões e não hesitaria em colocar a mão no bolso para contratar Messi.

Mas, voltando ao Bayern de Munique, a equipe alemã vem com tudo para conquistar pela sexta vez o título da Champions League. Em seu elenco conta com Neuer, Boateng, Muller (que também estiveram  na fatídica goleada da Alemanha sobre o Brasil por 7 a 1), Gnabry e Lewandowski – o grande adversário de Neymar pela honra de melhor do mundo. Afinal, o artilheiro polonês já marcou 55 gols na temporada 2019/20. No caso de o Bayern conquistar o título há grande chance de Lewandowski ser eleito o melhor do mundo. A grande final da Champions League está marcada para domingo, 23 de agosto, em Lisboa.

Quem quiser assistir as finais da Champions League e da Europa League (marcada para sexta-feira, 21) que serão transmitidas para mais de 200 países, deve sintonizar a CBS Sports. Os que preferirem assistir em espanhol podem sintonizar o canal Univision/TUDN. A audiência deve superar 160 milhões de espectadores. As finais estão marcadas para 3 horas da tarde, horário da Costa Leste.

Flamengo e Grêmio empatam no Maracanã

Quase dez meses após o 5 a 0 na semifinal da Libertadores, Flamengo e Grêmio se reencontraram na noite de quarta-feira (19) no Maracanã. E a história foi bem diferente. Num jogo sem grandes emoções, um empate em 1 a 1 com participação do árbitro de vídeo. Pepê abriu o marcador, mas viu Gabigol decretar o empate no fim em lance de pênalti marcado com auxílio do VAR em toque com a mão de Kannemann na grande área. 

Realmente, o Flamengo exuberante parece ter sido atingido pela pandemia. Com os mesmos jogadores, mas outro treinador (Domenec Torrente substituiu Jorge Jesus que foi para o Benfica), o Rubro-negro carioca não é nem sombra da equipe que encantou torcedores e críticos. Ainda é cedo para apontar a decadência flamenguista, mas até agora o time não engrenou. Mesmo com Jorge Jesus à frente da equipe no Cariocão 2020, o time já não empolgava. As duas equipes jogam no domingo (23). Enquanto o Flamengo faz o clássico com o Botafogo no Engenhão, o Grêmio enfrenta o Vasco em São Januário.

Botafogo tira invencibilidade do Atlético-MG

Um jogo bastante movimentado no estádio Nilton Santos, entre alvinegros com propostas diferentes. Quem dominou as ações saiu derrotado. Melhor mesmo para os contra-ataques afiados do Botafogo, derrotando o Atlético-MG por 2 a 1. O clube carioca soma a primeira vitória no Brasileiro e, de quebra, derruba a fase invicta de oito jogos de Sampaoli no Galo. Contragolpes fatais e a defesa em noite inspirada para suportar o volume de jogo dos mineiros foram as receitas do triunfo do Botafogo na quarta rodada do campeonato.

O Botafogo terá o clássico contra o Flamengo na próxima rodada, no domingo que vem. Já o Atlético-MG volta a jogar fora de casa e visita o Internacional em Porto Alegre, no próximo sábado (22), em choque de líderes.

Inter assume liderança do Brasileirão

Thiago Galhardo fez dois gols na vitória de 3 a 0 contra o Atlético-GO (Foto: Internacional Sport Club)
Thiago Galhardo fez dois gols na vitória de 3 a 0 contra o Atlético-GO (Foto: Internacional Sport Club)

No primeiro jogo sem Paolo Guerrero, Thiago Galhardo fez a diferença. Após um primeiro tempo complicado, o Inter acordou e venceu o Atlético-GO por 3 a 0 no Beira-Rio, pela quarta rodada do Brasileirão. Todos os gols na noite de quarta-feira (19) saíram na etapa final. Musto abriu o placar aos seis minutos, Thiago Galhardo ampliou aos 23 e 44. Na comemoração, repetiu a celebração do companheiro peruano, que passará por uma cirurgia no joelho direito. O confronto ainda teve a expulsão de William Potter, que acertou o rosto de Edson após confusão no campo de ataque.

No sábado (22), o Inter recebe o Atlético-MG. A partida será disputada no Beira-Rio. As duas equipes têm o mesmo número de pontos, mas o Colorado está na frente pelo saldo de gols. O Atlético-GO, no mesmo dia, disputa o clássico com o Goiás na Serrinha.

A implacável lei do ex

Com um gol de Raphael Veiga nos acréscimos, aplicando a lei do ex, o Palmeiras venceu o Athletico por 1 a 0 na noite de quarta-feira (19), na Arena da Baixada, em Curitiba, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Essa é a primeira vitória do Verdão na competição. O jogo, no geral, foi bem fraco, sem muita criatividade e emoção. Mal em campo, o Furacão perde a segunda seguida, depois de começar o torneio com duas vitórias.

O Athletico volta a campo pelo Brasileirão no próximo sábado (22) para receber o Fluminense na Arena da Baixada. O Palmeiras, no domingo, encara o Santos em jogo que foi transferido para o Morumbi por conta de um evento no Allianz Parque.

Corinthians derrota Coritiba em partida inusitada

Num jogo movimentado, com expulsão, pênaltis perdidos e chances dos dois lados, o Corinthians venceu o Coritiba por 3 a 1 na noite de quarta-feira (22), em Itaquera, conquistou seu primeiro triunfo no Campeonato Brasileiro e manteve a equipe paranaense na lanterna da tabela. Os gols do Timão foram de Léo Natel, Jô e Gustavo Mosquito, enquanto Sassá marcou para o Coxa. Além disso, porém, houve lances capitais: a expulsão de Yan Sasse, com apenas 15 minutos de jogo, após cotovelada em Araos, e as duas penalidades desperdiçadas em sequência por Jô (Wilson defendeu ambas). O centroavante se redimiu com um dos gols.

O Corinthians só volta a campo na outra quarta-feira, dia 26, para enfrentar o Fortaleza, em Itaquera. Já o Coritiba enfrenta o Bragantino no próximo domingo, em Bragança Paulista. Os dois jogos são válidos pela quinta rodada do Brasileirão.

Primeira vitória do Bragantino no Brasileirão

O Bragantino bateu o Fluminense por 2 a 1 no estádio Nabi Abi Chedid pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro e conquistou sua primeira vitória neste retorno à Série A. Alerrandro e Luis Phelipe marcaram para o time de Bragança Paulista, e Nenê fez o gol tricolor.

Na próxima rodada, o Fluminense vai a Curitiba para enfrentar o Athletico no sábado (22), enquanto o Bragantino recebe o Coritiba em Bragança Paulista no domingo (23).

Fortaleza vence pela primeira vez no campeonato

Fortaleza voltou a balançar as redes e deixou para trás o jejum de gols. Com gols de Wellington Paulista, Bruno Melo e Yuri César, o Leão venceu o Goiás por 3 a 1 na noite de quarta-feira (19), no estádio da Serrinha, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Jefferson descontou para o time da casa no segundo tempo. Essa é a primeira vitória do Fortaleza na competição. Já o Goiás segue sem vencer na Série A. 

O Goiás volta a campo pelo Brasileirão no próximo sábado (22), para receber o Atlético-GO na Serrinha. O Fortaleza enfrenta o Corinthians, na quarta-feira (26), na Arena Corinthians, em São Paulo.