EUA aumentam pessoal na Embaixada em Havana para ‘retomar o processamento completo de vistos de imigrantes’

Vistos de imigrante legal fornecem aos indivíduos elegíveis um caminho para uma imigração segura e ordenada

0
422
O governo disse que aumentaria o número de funcionários da Embaixada dos EUA em Havana trabalhando no processamento de casos e realizando entrevistas para solicitantes do Programa de Reunificação de Famílias Cubanas (Foto: cu.usembassy.gov)
O governo disse que aumentaria o número de funcionários da Embaixada dos EUA em Havana trabalhando no processamento de casos e realizando entrevistas para solicitantes do Programa de Reunificação de Famílias Cubanas (Foto: cu.usembassy.gov)

O governo Biden está expandindo seu serviço de vistos de imigrantes para cubanos em meio a um fluxo recorde de imigrantes que saem da ilha caribenha em direção à fronteira dos EUA.

Os Estados Unidos anunciaram nesta quarta-feira (21) uma “expansão de alternativas regulares disponíveis para cubanos que desejam vir aos Estados Unidos”, e um aumento de pessoal na Embaixada dos EUA em Havana a fim de trabalhar no processamento de vistos, depois de uma consulta com o governo cubano.

“Como parte da expansão de alternativas regulares, a partir do início de 2023, a Embaixada dos EUA em Havana retomará o processamento completo de vistos de imigrantes pela primeira vez desde 2017”, divulgou a Casa Branca em um comunicado à imprensa.

“Os vistos de imigrante fornecem aos indivíduos elegíveis um caminho para uma imigração segura e ordenada. Essa mudança também eliminará a necessidade de os cubanos solicitarem vistos de imigrantes nas categorias de preferência familiar viajando até Georgetown, Guiana, para suas entrevistas.”

O governo tem enfrentado um aumento na imigração irregular de Cuba, Venezuela e Nicarágua – uma mudança das fontes tradicionais de migração no Hemisfério Ocidental e um desafio para Washington, que limitou o envolvimento diplomático com os três governos autocráticos. Na terça-feira (20), o conselheiro de segurança nacional do presidente Joe Biden, Jake Sullivan, fez alusão à notícia.

“Na verdade, tivemos uma série de discussões com o governo cubano sobre a retomada dos vistos”, disse Sullivan. “Os Estados Unidos estão fornecendo um número significativo de vistos para que os cubanos possam vir diretamente de Cuba para os Estados Unidos, evitando aquela viagem angustiante. E continuaremos a nos envolver com eles em assuntos de imigração.”

“O que será visto nas próximas semanas é uma enorme intensificação da diplomacia, pois trabalhamos com todos os países da região para fazer sua parte e ajudar a lidar com as questões imigratórias, sobretudo de indivíduos provenientes de Cuba ou da Nicarágua e da Venezuela em particular”, acrescentou Sullivan.

Além da expansão do processamento de vistos, o governo disse que aumentaria o número de funcionários da embaixada dos EUA em Havana trabalhando no processamento de casos e realizando entrevistas para solicitantes do Programa de Reunificação de Famílias Cubanas.