EUA renovam proteção humanitária para venezuelanos

Decisão vai beneficiar 340 mil pessoas

0
389
O democrata Bob Menendez, presidente do Comitê de Relações Exteriores do Senado, elogiou a decisão do governo (Foto: Wikimedia Commons)
O democrata Bob Menendez, presidente do Comitê de Relações Exteriores do Senado, elogiou a decisão do governo (Foto: Wikimedia Commons)

O Departamento de Homeland Security (DHS) renovou, na última terça-feira (12), o Temporary Protected Status (TPS) para venezuelanos que chegaram aos EUA antes de março de 2021. O TPS – que dá autorização de trabalho e protege contra a deportação cidadãos de países em crise ou em guerra – foi renovado por mais 18 meses.

Cerca de 340 mil pessoas serão beneficiadas. Venezuelanos que vivem no Sul da Flórida comemoraram a decisão, mas pediram ao presidente Biden um caminho para a cidadania. Ativistas pedem, também, que o governo dê o benefício a venezuelanos que chegaram depois de março de 2021. “Estamos muito agradecidos ao governo, mas vamos continuar lutando para que esses benefícios imigratórios sejam mais abrangentes”, disse Adelys Ferro, diretora de uma fundação para venezuelanos.

A decisão também foi elogiada pelo senador democrata Bob Menendez, presidente do Comitê de Relações Exteriores do Senado: “Isso possibilitará que milhares de venezuelanos regularizem seu status e recomecem suas vidas aqui na América”, afirmou Menendez, acrescentando, porém, que está decepcionado com a falta de uma medida mais definitiva neste particular. Para venezuelanos que chegaram depois de março do ano passado, não há muitas opções de legalização no País. Entre março de 2021 e maio de 2022, 145 mil venezuelanos foram apreendidos na fronteira dos EUA com o México.