Imigração Notícias

Fila para tirar visto americano leva mais de 400 dias nas principais capitais do Brasil

Advogado de imigração recomenda só comprar passagens aéreas ou fazer reservas em hotéis após a confirmação do documento

A Embaixada americana em Brasília desencorajou o desembarque de estrangeiros no Brasil, mesmo após a reabertura dos aeroportos (foto: wikimedia)
Vistos de turismo correspondem a 92% das solicitações de brasileiros (foto: wikimedia)

A demora na emissão de vistos de turismo e negócios para os Estados Unidos ainda é atribuída à pandemia de covid-19, que interrompeu o serviço por mais de um ano, gerando uma sobrecarga para os oficiais consulares quando a situação se normalizou. No pós-pandemia, brasileiros portadores dos vistos B1 e B2 que planejam embarcar para o país americano precisam ficar em uma fila que dura em média um ano. “Não se deve realizar a compra de passagens aéreas ou fazer reservas em hotéis sem antes ter a confirmação de que o visto foi aprovado”, disse ao G1 o advogado Felipe Alexandre, da AG Immigration.

A longa espera afeta somente as pessoas que estão tirando os vistos pela primeira vez. Para os que já possuem o documento e desejam apenas renovar o prazo é outro, já que na maioria dos casos, a entrevista com o oficial consular pode ser dispensada.

Porto Alegre e Recife são as capitais onde o processo leva menos tempo, em média 200 dias de espera. Em São Paulo, Rio de Janeiro, e Brasília, ultrapassa 400 dias. O visto de turismo responde por 92% de todas as solicitações de entrada realizadas por brasileiros junto ao governo americano.

Baixe nosso aplicativo