Fim de ano é marcado pelo cancelamento de milhares de voos nos Estados Unidos

Avanço da variante ômicron no País causa cancelamentos, atrasos e transtornos nos aeroportos americanos

0
1882
Voos estão sendo cancelados em todos os EUA

Milhares de voos foram cancelados nos últimos dias nos Estados Unidos devido ao avanço da variante ômicron pelo País e pelo mundo. As companhias aéreas alegam falta de funcionários, que estão em casa por terem testado positivo para o vírus.

Na manhã desta terça-feira (28), mais de 2.200 voos foram cancelados nos EUA, de acordo com o site FlightAware e outros 2 mil estavam atrasados. Na segunda (27), mais de 2.800 voos foram cancelados e 11 mil partiram com atraso.

No Sul da Flórida, o Fort Lauderdale-Hollywood International Airport teve 16 cancelamentos. O aeroporto de Miami teve 41 voos cancelados na segunda.

Esta é a época do ano em que os aeroportos estão mais cheios devido às celebrações de fim Natal e Réveillon. Segundo o US Transportation Security Administration (TSA), no dia 23 de dezembro, 2.19 milhões de pessoas passaram pelos aeroportos americanos.

“A contaminação pela variante ômicron em todo o mundo teve um impacto direto nos nossos funcionários”, disse a United em comunicado enviado à CNN. “Nós pedimos desculpas aos nossos clientes pelos atrasos e transtornos”.

O que fazer se seu voo foi cancelado?

Especialistas aconselham checar o status do seu voo antes de ir para o aeroporto para evitar a espera no desconforto dos saguões dos aeroportos. Caso você já esteja no local, procure informações junto à companhia aérea, que irá informar os próximos passos. Um conselho que vale ouro: não perca a paciência e seja simpático com os funcionários das companhias aéreas.

“Os agentes de aeroporto são as pessoas mais indicadas para ajudar os passageiros. Pergunte de forma gentil e simpática que você conseguirá as respostas que precisa. Trate o funcionário da companhia aérea da mesma forma que você gostaria de ser tratado”, afirma  Scott Keyes, fundador da Scott’s Cheap Flights.